Publicidade

Presidente da FPA defende equilíbrio entre agronegócio e preservação ambiental na Cúpula do Clima

Publicado em 23/04/2021 09:45 105 exibições
O evento que começa hoje, organizado pelo presidente norte-americano, Joe Biden, será realizado integralmente em ambiente virtual e vai até esta sexta-feira (23)

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Sérgio Souza (MDB), destacou nesta quinta-feira (22), a importância do equilíbrio entre o agronegócio e preservação ambiental na Cúpula de Líderes sobre o Clima. Segundo o deputado, “não pode haver competição entre produção de alimentos e preservação do meio ambiente”.

“Nós defendemos a produção de alimentos para os brasileiros e para todos aqueles que moram neste planeta. Também somos contra desmatamento ilegal, queimadas ilegais, ocupação de terras públicas e indígenas, tanto que queremos regulamentar e colocar critérios mais rígidos para essas situações”, assegurou.

O evento que começa hoje, organizado pelo presidente norte-americano, Joe Biden, será realizado integralmente em ambiente virtual e vai até esta sexta-feira (23). Além do presidente do Brasil, outros 40 representantes foram convidados.

Sérgio Souza avalia que “há muito folclore” sobre uma responsabilização do produtor rural nas questões de poluição ambiental e acrescenta que “a vocação do Brasil é o agro”, mas que apenas 7% do território nacional é utilizado pela agricultura e 22% são usados na pecuária. “E os outros 70%? São cidades e florestas. Temos 66% do território coberto por floresta nativa. Nenhum país tem isso. O produtor tem que preservar, sim, mas precisamos deixar claro que ele preserva o meio ambiente”.

O encontro também será a oportunidade de os líderes mundiais reformularem seus compromissos feitos no Acordo de Paris, com a expectativa de que sejam traçadas metas mais ambiciosas. O Brasil, por exemplo, acenou recentemente com mudanças em sua política ambiental, como uma carta que enviou a Joe Biden com o compromisso para o fim do desmatamento ilegal na Amazônia até 2030.

O presidente da FPA pede ainda o fim da criminalização do setor agropecuário. “Nós também combatemos o desmatamento ilegal. Não concordamos com isso e, inclusive, somos signatários de leis nesse sentido”, garantiu.

Publicidade

A reunião prepara as discussões para a COP26, a Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), que neste ano acontecerá em novembro, na cidade de Glasgow, na Escócia.

Confira a ordem dos discursos:

Joe Biden (Estados Unidos)
Harris (Estados Unidos)
Blinken (Estados Unidos)
John Kerry (Estados Unidos)
Guterres (ONU)
Bolsonaro (Brasil) – Discursa por volta das 10h
Xi Jiping (China)
Ursula von der Leyen (União Europeia)
Macron (França)
Merkel (Alemanha)
Modi (Índia)
Putin (Rússia)

A partir das 12h45

John Kerry (Estados Unidos)
Charles Michel (Conselho Europeu)
Georgieva (FMI)
David Malpass (Banco Mundial)
Papa Francisco (Vaticano)

Fonte:
FPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário