HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Com boa umidade do solo, soja tem plantio favorecido em grande parte das áreas produtoras em outubro

Publicado em 21/10/2021 10:27 e atualizado em 21/10/2021 11:32 299 exibições
Diferente de 2020, chuvas devem ser registradas nos principais estados produtores até o fim do mês, aponta Geosys Brasil

A umidade do solo deverá ficar acima da média na zona da soja até o fim de outubro, favorecendo a semeadura do grão, de acordo com o acompanhamento feito pela Geosys Brasil, através do sensoriamento remoto, com uso de dados de satélites. Os modelos europeu (ECMWF) e americano (GFS) mostram volumes de chuva de 25 a 120 milímetros nestas áreas, nos próximos 10 dias.

No Centro-Oeste, os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul receberam bons volumes de chuva na primeira quinzena do mês, sendo 27,2mm (MT) e 54mm (MS), elevando a umidade do solo e favorecendo as condições para o plantio da soja. Entre os dias 20 e 30, os dois estados têm previsão de receber chuvas diárias que irão contribuir para o avanço da semeadura no campo.  Já em Goiás, a chuva foi mais dispersa na primeira quinzena do mês, no entanto, foi suficiente para aumentar a umidade do solo, o que é favorável para o plantio da soja. Para as próximas duas semanas, estão previstos volumes de chuva de 95,18 mm para o período, superior à média de 54,15mm.

Em São Paulo, após longo período de seca, houve bons volumes de chuva no início de outubro. A umidade do solo está acima da média, cenário positivo para as lavouras de cana-de-açúcar e café e, ainda, trouxe condições ideais para o plantio da soja. A previsão aponta para mais chuvas até o fim do mês, mantendo a umidade acima da média nas próximas duas semanas.

No Sul do país, o Paraná registrou altos volumes de chuva concentrados na primeira quinzena de outubro. As fortes chuvas podem ter afetado a qualidade do trigo ainda não colhido, principalmente na região Oeste do estado, que concentrou 174,3mm de chuva. Além disso, limitou o avanço da semeadura da soja. Mas, o cenário deve mudar de 19 a 27 de outubro, quando a chuva acumulada ficará abaixo de 2mm, dando condições para a colheita do trigo e o plantio da soja. Mesmo com volume baixo de chuva, a umidade do solo deverá se manter em nível satisfatório.

No Rio Grande do Sul, a umidade do solo e o índice de vigor vegetativo (NDVI) indicam boa produtividade para as lavouras de trigo. Nos próximos dias a chuva ficará abaixo da média, mas a umidade do solo se mantém boa. A colheita do trigo deve ocorrer tranquilamente.

Tags:
Fonte:
Geosys

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário