Equipes percorrem estradas para retirar plantas voluntárias hospedeiras do bicudo em Goiás

Publicado em 15/06/2020 09:36 77 exibições

O Projeto de Controle do Bicudo em Goiás atua no arranquio de plantas voluntárias de algodão às margens das principais rodovias por onde trafegam a produção de pluma no estado. O calendário de junho começou na semana do dia 2 a 6, na região de Palmeiras de Goiás. As regiões de Cristalina e Luziânia, no entorno do Distrito Federal, recebem as equipes para o trabalho nos dias 8 a 12 de junho. Por fim, as regiões de Mineiros e Chapadão do Céu vão passar pela operação de arranquio de plantas na semana do dia 15 a 19 de junho.

O Fundo de Incentivo à Cultura do Algodão em Goiás (Fialgo) é responsável pelo Projeto de Controle do Bicudo em Goiás e suas equipes estão percorrendo as principais rotas por onde passam a produção estadual de algodão. Estas equipes são responsáveis por percorrer estradas, rodovias e estradas vicinais, e contam com a colaboração dos produtores que indicam onde possa haver dessas plantas. Por outro lado, o Fialgo ressalta a importância de que este trabalho também seja realizado nas fazendas por cada produtor. O Bicudo do Algodoeiro é a praga mais danosa da cotonicultura brasileira e precisa de cuidados constantes em monitoramento e combate.

Caso se encontre alguma planta de algodão às margens de uma estrada, favor entrar em contato via whatsapp com o número 62-99903-2719.

Tags:
Fonte:
Agopa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário