Ampasul realiza armadilhamento pré colheita para bicudo do algodoeiro

Publicado em 02/07/2020 13:38 51 exibições

A Ampasul iniciou o armadilhamento pré colheita no mês de maio para medir o fluxo da população de bicudo na região norte e nordeste do estado. É o segundo ano que a associação realiza integralmente essa operação para os produtores do MS, armadilhando de 10 a 20% da área plantada de cada propriedade, nos talhões que apresentaram um número maior de aplicações para o controle do bicudo. 

O método consiste na instalação de armadilhas a cada 300 metros, circundando um bloco ou talhão, que serão monitoradas por um período de 9 semanas, com a troca de feromônios a cada 15 dias. 

O ponto inicial do trabalho de armadilhamento baseia-se na desfolha, abrangendo todo o processo de colheita, roçada e destruição das soqueiras, até que termine o prazo determinado de 9 semanas.

 A associação além de armadilhar e monitorar todas as propriedades da região em período integral, ainda conta com uma plataforma digital, onde são inseridas as informações coletadas durante os monitoramentos, possibilitando o produtor e seu departamento técnico acompanhar o nível de infestação da praga em cada área armadilhada, auxiliando na tomada de decisões de cada propriedade.

O gestor técnico da Ampasul Marcelo Caires, complementa que “hoje os associados têm acesso as informações do armadilhamento em tempo real, com muita confiabilidade e segurança dos dados transmitidos, e que os prazos e critérios do armadilhamento são cumpridos rigorosamente pela equipe de campo da Ampasul”, finaliza. 

Tags:
Fonte:
Ampasul

0 comentário