Leilão contrata geração a diesel, biodiesel e gás para áreas da região Norte

Publicado em 30/04/2021 13:02 57 exibições

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - Um leilão nesta sexta-feira para contratar novas usinas de geração com o objetivo de atender à demanda em áreas da região Norte fechou a compra da produção futura de empreendimentos a diesel, biodiesel e gás.

Entre as empresas vencedoras da licitação, que precisarão entregar os projetos em abril de 2023, estão Rovema Energia, Usina Xavantes e BBF Energia, esta última por meio de dois consórcios, segundo informações da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

As instalações de geração viabilizadas pelo pregão, realizado pelo governo e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), atenderão áreas isoladas e não conectadas ao sistema elétrico interligado do Brasil no Acre, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima.

Os projetos demandarão investimentos totais de cerca de 355,5 milhões de reais, ainda segundo a CCEE, que operacionalizou o leilão.

A disputa pelos contratos de suprimento ofertados na licitação, com duração de até 180 meses, envolveu usinas a gás, diesel ou fontes renováveis, mas os projetos vitoriosos não envolveram usinas eólicas ou solares, tecnologias limpas que têm avançado rapidamente no Brasil.

Os vencedores deverão atender 23 localidades com empreendimentos que somarão potência total de cerca de 127 megawatts, mostraram os dados da CCEE.

LOTES

A Rovema Energia venceu o lote 1, maior do leilão, com projetos termelétricos a óleo diesel que atenderão a demanda de localidades no Acre. O investimento total é previsto em 161,6 milhões de reais. A empresa ofertou preço de 1.098 reais por MWh, com deságio de 15,08%.

A Usina Xavantes levou o segundo lote, com ativos a gás natural para fornecimento de energia no Amazonas. A empresa deve investir quase 90 milhões, segundo estimado pela CCEE. O preço de venda foi de 890 reais por MWh, deságio de 31,96%.

O terceiro e o quarto lotes foram arrematados por consórcios com a BBF Energia, que construirá projetos a biodiesel no Pará e Rondônia.

Os empreendimentos no Pará têm investimento estimado de 78 milhões de reais e preço de energia de 1.100 reais por MWh, deságio de 23,5%. Em Rondônia, os projetos negociaram a produção por 1.252 reais por MWh, deságio de 10,1%, e exigirão cerca de 5,7 milhões de reais.

O último lote ficou com a Usina Xavantes, que também levou o segundo bloco do leilão. A empresa deve aportar 20,3 milhões de reais para fornecer energia com óleo diesel em Roraima. O preço de venda foi de 989,97 reais por MWh, deságio de 20,99%.

(Por Luciano Costa)

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário