Mapa prorroga para 2020 a retirada da vacina contra aftosa no Acre e Rondônia

Publicado em 29/03/2019 13:25
110 exibições

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou nesta semana a prorrogação da retirada da vacina contra a febre aftosa no Acre e em Rondônia para maio de 2020.

De acordo com o calendário do Plano Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), a última etapa de imunização do rebanho bovino e bubalino destes estados seria em maio deste ano.

“A medida veio após a constatação de que o bloco não teria condições de garantir ao produtor rural e ao governo a retirada da vacina no cronograma inicialmente proposto”, disse o assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ricardo Nissen.

Em reunião com os governos e serviços veterinários estaduais e iniciativa privada, nos dias 26 e 27 de março, em Porto Velho (RO), o Ministério afirmou que algumas etapas ainda não foram concluídas, como construções de postos de fiscalização e execução de estudos epidemiológicos.

Desta forma, os estados do Acre e Amazonas vacinarão o rebanho completo em novembro, enquanto Rondônia e Mato Grosso irão vacinar apenas os animais com idade de até 24 meses, salvo o pantanal que possui calendário especial.

“O posicionamento da CNA sempre foi a favor da retirada da vacinação, desde que houvessem garantias do cumprimento das etapas do PNEFA, preservando o status sanitário do rebanho brasileiro”, explicou Ricardo.

O assessor técnico da Confederação lembrou que após atuação e solicitação da entidade, a vacina de 2019 passou de 5 ml para 2ml. “A menor dosagem reduzirá as reações (abcessos) nos animais e os impactos econômicos ao produtor rural”.

Tags:
Fonte: CNA

Nenhum comentário