Publicidade

Volume exportado de carne bovina registra queda de 18,21% no mês de maio/21

Publicado em 01/06/2021 15:51 240 exibições
Analista acredita que embarques foram impactados pelos preços elevados da carne bovina brasileira.

LOGO nalogo

As exportações de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada finalizaram o mês de maio/21 com 126,7 mil toneladas embarcadas, isso representa uma queda de 18,21% frente ao total exportado no mesmo período do ano passado, que ficou em 154,9 mil toneladas. 

O volume exportado em maio teve um avanço de 1,04% frente ao total embarcado em abril deste ano, que atingiu 125,4 mil toneladas. O mês de maio registrou o segundo melhor desempenho deste ano, sendo que o melhor desempenho até o momento foi o mês de março/21 que exportou 133,8 mil toneladas. 

A Secretaria de Comércio Exterior (Camex) reportou  que a média diária embarcada ficou em 6,03 mil toneladas e teve uma queda de 22,61%, frente a média diária do mês de maio do ano passado, que estava em 7,7 mil toneladas. 

Dados das exportações de carne bovina in natura - Maio/21

O analista da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini, acredita que os embarques foram impactados pelos preços elevados da carne bovina. “O preço com certeza está impactando, temos um valor de tonelada bem maior do que foi no mesmo período do ano passado. A queda do dólar reduz essa competitividade e por isso, temos que aumentar o preço”, informou ao Notícias Agrícolas. 

Publicidade

Atualmente, a cotação da arroba brasileira no mercado externo está ao redor de US$ 58,00/@ e o produto americano está por volta de US$ 63,00/@. Além disso, a habilitação da China de novas plantas nos Estados Unidos está afetando essa dinâmica diretamente, as vendas norte-americanas triplicaram nas últimas três semanas. 

Os preços médios no acumulado de maio ficaram próximos de US$ 4.933,6 mil por tonelada, na qual teve uma alta de 12,25% frente aos dados divulgados em maio de 2020 que registraram o valor médio de US$ 4.395,2 mil por tonelada. 

O valor negociado para o produto foi US$ 625,397 milhões no acumulado no mês de maio deste ano, tendo em vista que o preço comercializado durante o mês de maio do ano anterior foi de US$ 681,146 milhões. A média diária ficou em US$ 29,780 milhões e registrou uma desvalorização de  12,56%, frente ao observado no mês de maio do ano passado, que ficou em US$ 34,057 milhões.

Para o próximo mês, a expectativa é que os embarques brasileiros melhorem devido a paralisação das exportações de carne bovina da Argentina. “Podemos ter um volume exportado melhor do que foi o mês de maio/21”, concluiu o analista da Agrifatto. 

Leia Mais:

+ Boi: frigoríficos citam falta de contêiner para exportação de cortes bovinos e carne pode ser destinada ao mercado interno

Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário