Volume exportado de carne bovina bate o recorde com 187 mil toneladas em setembro/21

Publicado em 01/10/2021 16:08 e atualizado em 01/10/2021 17:56

Logotipo Notícias Agrícolas

O volume exportado de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada atingiu 187 mil toneladas no mês de setembro/21, sendo que no ano passado, o volume total exportado chegou a 142,3 mil toneladas. O volume exportado alcançou o recorde da série histórica, mas o total embarcado era de um contrato firmado antes da divulgação dos casos atípicos da doença da vaca louca. 

De acordo com o Analista de Mercado da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, a carga deve chegar no País asiático dentro de alguns dias, mas ainda não sabemos se a China vai aceitar. “O mercado está apreensivo com esse lote que está a caminho da China, pois se não for aceita vai ter que ser escoada no mercado interno”, informou. 

A Secretária Comércio Exterior (Camex) reportou que a média diária exportada de carne bovina ficou em 8,9 mil toneladas em setembro/21, isso representa uma alta de 31,38% frente a média do total exportado no mesmo período do ano passado, que ficou em 6,77 mil toneladas. 

Segundo as informações da Radar Investimentos, o volume exportado neste mês foi 3,0% acima do mês anterior e 31,4% superior na comparação anual. “Este dado forte mesmo com a China embargada quer dizer que a indústria em nenhum momento tirou o pé do acelerador no embarque da carne bovina”, destacou. 

Os preços médios em setembro ficaram próximos de US$ 5.790,4 mil por tonelada, na qual teve uma alta de 41,37% frente aos dados divulgados em setembro de 2020, que registraram o valor médio de US$ 4.095,9 mil por tonelada. 

O valor negociado para o produto chegou em US$ 1.082,898 bilhão em setembro deste ano, tendo em vista que o preço comercializado durante o mês de setembro do ano anterior foi de US$ 583,051 milhões. A média diária ficou em US$ 51,566 milhões e registrou uma valorização de 85,73%, frente ao observado no mês de setembro do ano passado, que ficou em US$ 27,764 milhões.

Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário