Volume exportado de carne bovina deve ficar abaixo das 100 mil toneladas em outubro/21, aponta analista

Publicado em 25/10/2021 15:40

Logotipo Notícias Agrícolas

O analista da Safras e Mercado, Fernando Henrique Iglesias,  aponta que o volume embarcado de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada deve fechar o mês de outubro/21 abaixo das 100 mil toneladas.  Os embarques de carne bovina seguem em ritmo lento diante do embargo da China pelo produto brasileiro. 

A Secretária Comércio Exterior (Camex) divulgou que o volume embarcado de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada alcançou 62,6 mil toneladas na quarta semana de outubro/21. No mesmo período do ano passado, o volume total exportado em outubro foi de 162,6 mil toneladas em 20 dias úteis. 

A média diária exportada de carne bovina ficou em 4,1 mil toneladas na quarta semana de outubro, isso representa uma queda de 0,99%% frente a média da semana anterior, que ficou em 4,05 mil toneladas. A média diária teve uma queda de 48,68% se comparado ao total exportado do mesmo período do ano anterior, que ficou em 8,13 mil toneladas. 

De acordo com o Analista de Mercado da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o recuo dos embarques segue sendo reflexo da ausência da China das compras. “Não tem muita novidade em relação aos embarques já que o mercado segue à espera da retomada da China. Ficou bem claro que esse embargo é uma questão comercial e quando voltar deve ofertar preços menores”, informou. 

Os preços médios na quarta semana de outubro ficaram próximos de US$ 5.233,4 mil por tonelada, na qual teve uma alta de 23,31% frente aos dados divulgados em outubro de 2020, que registraram o valor médio de US$ 4.2455,1 mil por tonelada. 

O valor negociado para o produto chegou em US$ 327.700 milhões na quarta semana de outubro deste ano, tendo em vista que o preço comercializado durante o mês de outubro do ano anterior foi de US$ 690.444 milhões. A média diária ficou em US$ 21.846milhões e registrou uma desvalorização de 36,72%, frente ao observado no mês de outubro do ano passado, que ficou em US$ 34.522 milhões. 

Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário