Vacinação contra a febre aftosa no Espírito Santo termina na próxima terça-feira (31)

Publicado em 27/05/2022 11:43

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) alerta para o fim do prazo para vacinar bois e búfalos de até dois anos de idade contra a febre aftosa. O produtor deve imunizar o seu rebanho até a próxima terça-feira (31).

A decisão de não prorrogar a primeira etapa de vacinação foi definida pela Equipe Gestora Estadual do Programa Nacional de Vigilância para Febre Aftosa (PNEFA), composta por entidades que representam a agropecuária capixaba, entendendo que neste ano, não há fatores externos que comprometam a execução da primeira etapa, que são 31 dias.

O produtor que não vacinar o seu rebanho pode ser autuado. A não comprovação da vacinação e a não realização da atualização do rebanho pode gerar taxa administrativa. O produtor também não poderá emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) até regularizar a situação.

Febre aftosa

A febre aftosa é uma doença causada por um vírus altamente contagioso, com impacto econômico significativo, acometendo, principalmente, os animais de produção de cascos bipartidos (cascos fendidos) como bovinos, suínos, caprinos e ovinos. Outros animais também podem ser acometidos pela doença, mas sem importância na cadeia de transmissão da doença. A vacinação dos bovinos e bubalinos é a principal forma de prevenção da doença.

Mais informações sobre a campanha de vacinação contra a febre aftosa em: www.idaf.es.gov.br/febre-aftosa

Fonte:
Sec. de Agricultura - ES

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário