Nova diretoria da ASSOCON prioriza maior representatividade para a pecuária intensiva e tem agenda de demandas para os órgãos competentes

Publicado em 19/07/2022 14:37

“Somos otimistas quanto ao futuro da pecuária. Entendemos que o negócio de commodities é cíclico, mas temos um olhar muito positivo a longo prazo para nossa atividade. A pecuária caminha rápido para a intensificação e modernização, a partir do uso de novas ferramentas de manejo e gestão, além das inovações e tecnologias que estão chegando para melhorar a eficiência e a produtividade”, destaca José Roberto Ribas, novo vice-presidente da Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon) que ao lado dos demais diretores Liliane Queiroz, Abel Leopoldino e Arnoldus Wigman e do presidente Mauricio Veloso pretendem expandir a representatividade da entidade. Nesse sentido, as prioridades da nova gestão são: melhoria dos índices zootécnicos, foco em sucessão familiar e sustentabilidade.

“A Assocon tem como missão defender os interesses da pecuária intensiva, sendo um elo da cadeia produtiva e agente de transformação e agregação de valor. A entidade incentiva o aumento contínuo da qualidade e da eficiência de produção, alinhando-se a demandas de mercado cada vez mais exigentes e antecipando oportunidades aos confinadores e a toda a cadeia da pecuária, transformando os desafios do mercado em valiosas estratégias de crescimento”, complementa Ribas.

“Somos uma entidade de abrangência nacional que possui experiência, acesso e conhecimento dos caminhos a percorrer para fazer esse tipo de serviço tão importante para a atividade. Temos assento nos relevantes comitês e grupos de trabalho que deliberam sobre as principais demandas da pecuária. Ocupamos esses lugares lutando por legislação justa tanto para os pecuaristas quanto para as empresas fornecedoras do setor”, comenta o vice-presidente.

Para o diretor Abel Leopoldino, o momento é unir esforços mostrando aos pecuaristas e empresas a importância da Assocon nos diversos segmentos da cadeia produtiva. “Nossa contribuição se dá por meio de intensa discussão das necessidades proporcionando maior conexão entre os diversos elos. O diálogo é essencial para nosso sucesso”.

Em sua trajetória, a Assocon ganhou representatividade a ponto de ser convidada para debates que vão além do confinamento. De acordo com José Roberto Ribas, é preciso conseguir sensibilizar e atingir todos os pecuaristas do país, de todos os tamanhos. “Nosso foco se mantém em defender a classe de forma proativa, buscando benefícios e soluções que ajudem o pecuarista a atingir mais mercados e melhor eficiência. Desta forma, queremos ser a voz do produtor”.

O diretor Arnoldus Wigman reforça a importância do fortalecimento da Assocon junto a empresas e pecuaristas para que os objetivos da nova gestão sejam colocados em prática para fomentar e valorizar cada vez mais os sistemas intensivos de produção de gado de corte. “É preciso fortalecer nossa estrutura. Estamos abertos a quem também quiser contribuir para fortalecer nossa atividade e buscar condições ainda melhores para cumprir nossa missão de produzir carne de qualidade com sustentabilidade”.

Fonte:
Assocon

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário