Café sobe em NY com informações sobre quebra da safra do Brasil

Publicado em 13/08/2014 09:43 e atualizado em 13/08/2014 13:06 662 exibições

As cotações do café arábica na manhã desta quarta-feira (13) reagem em Nova Iorque (Ice Futures US). Os principais contratos sobem às 9h23 (horário de Brasília) 180 pontos. O vencimento setembro vale 186,40 centavos de dólar por libra-peso. A posição dezembro trabalha a 190,70 cents/libra-peso. Já março/2015 anota 194,35 cents/libra-peso, enquanto maio/2015 registra 196,40 cents/libra-peso.

Nestas duas últimas semanas, informações advindas de fontes importantes ligadas ao café têm provocado mudanças bruscas nos preços em NY. E parece que esta deverá ser uma sessão de viradas nas cotações devido à relatórios divulgados por entidades respeitadas do setor.

Um boletim divulgado pela Fundação Procafé indicou que a estiagem ocorrida no início do ano na região do Sul de Minas Gerais foi significativa e trouxe prejuízos com quebra de aproximadamente 30% da produção. Além disso, o informe diz que os danos causados às lavouras foram sérios e isso pode indicar perdas também na próxima safra, já que muitas plantações precisaram ser podadas.

Na sequência desse relatório, a segunda maior cooperativa de café na mesma região, a Minasul, indicou que com o avanço da colheita, já puderam perceber que  a produção deste ano será 40% menor em relação ao total do ano passado, para 750 mil sacas de 60 quilos, ante 1,2 milhóes de sacas. Os prejuízos só não serão maiores em 2014, porque a cooperativa ainda tinha 250 mil sacas de estoques de passagem em mãos, da safra anterior, o que ajudará a completar a sua oferta de café para o mercado.

Tags:
Por:
Talita Benegra
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário