Café: Mercado reage em NY e recupera parte das perdas com foco no clima

Publicado em 11/09/2014 17:20 e atualizado em 11/09/2014 18:01 576 exibições

Nesta quinta-feira (11), a Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica encerrou suas operações recuperando parte das perdas da sessão passada quando registrou a maior queda desde 23 de julho. O vencimento dezembro/14 registrou 185,45 cents de dólar por libra peso, o março/15 fechou com 189,50 cents/lb, ambos os contratos tiveram alta de 420 pontos. Os vencimentos mais distantes encerram a sessão com valores mais próximos dos US$ 2 por libra peso, o maio/15 anotou 191,90 cents/lb e 425 pontos e o julho/15 fechou 193,40 cents/lb e alta de 410 pontos.

De acordo com o analista de mercado da Maros Corretora, Marcus Magalhães, o fator climático ainda tendência as negociações e deixa os operadores receosos. “As volatilidades na sessão de hoje foram mais amenas e os suportes foram mantidos, deixando a sensação de que essas quedas absurdas dos últimos dias sem razão e lógica devem ser amenizadas em curto prazo de tempo”, afirma.

Segundo o analista, o mercado também está excessivamente vendido, deixando a sensação de que no curto prazo pode ter recompras levando as cotações a recuperar o que foi perdido.

Na sessão de ontem, segundo analistas, o mercado fechou em baixa em meio a variáveis técnicas e informações divulgadas recentemente como o aumento da safra colombiana, a estimativa da Volcafe e do IBGE, que elevou a previsão da safra no Brasil, os dados de exportação e o fortalecimento do dólar, que estimulou vendas de fundos e de especuladores.

Segundo o analista de mercado do Escritório Carvalhaes, Eduardo Carvalhaes, em entrevista ao programa Mercado & Cia, apresentado por João Batista Olivi, o mercado deve manter a tendência de oscilação nos próximos dias.

 

Clima

De acordo com Magalhães, as previsões climáticas recentes apontam que a seca deve continuar pelos próximos sete dias. “Eu particularmente acho que setembro ainda será um mês marcado por altas temperaturas e clima seco nas regiões produtoras e isso com certeza deverá nortear as operações nas bolsas porque se não chover as floradas que abriram perdem saúde e as que não abriram não terão condição de abrir”, diz.

 

 

Veja as cotações completas de café nesta quinta-feira (11). 

Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário