Café: NY ultrapassa os 200 cents/lb pela primeira vez desde 5 de setembro; Mercado interno é influenciado

Publicado em 01/10/2014 11:30 590 exibições

Na manhã desta quarta-feira (1), as cotações do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) ampliam os ganhos da sessão anterior, quando as cotações atingiram os patamares mais elevados das últimas três semanas. Pela manhã as cotações já regitravam alta expressiva, mas agora atingem o patamar dos US$ 2 por libra peso. 

Por volta das 11h33, o contrato dezembro/14 registrava 201,10 cents de dólar por libra peso com alta de 399 pontos, o março/15 anotava 205,15 cents/lb com valorização de 389 pontos. O maio/15 trabalha com 207,65 cents/lb e 780 pontos de alta, enquanto o julho/15 tinha 750 pontos com 208,75 cents/lb. Só este ano, os futuros já subiram 81%, após a pior seca em décadas no Brasil. 

Na sessão do dia anterior, o mercado fechou em alta motivado pela preocupação para safra 2015 de café. As principais regiões produtoras de café receberam chuvas irregulares que não conseguem reverter o déficit hídrico que perdura desde o início do ano na região. Com isso, levantamentos privados e externos sobre a produção pipocam na Bolsa causando a alta.

No mercado interno, de acordo com dados do CEPEA, os preços do café arábica também sobem com força no mercado brasileiro influenciados pela alta internacional. O Indicador CEPEA/ESALQ do arábica do tipo 6, bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 470,88/saca de 60 kg, na sessão desta terça-feira (30), com elevação de 2,45% em relação ao dia anterior. Esse patamar não era verificado desde o final de abril deste ano.

Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário