Café: NY registra leve queda nesta 4ª; chuvas intensas favorecem ‘pegamento’ dos frutos

Publicado em 26/11/2014 17:01 171 exibições

A Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica encerrou esta quarta-feira (26) com leve baixa em um dia calmo de negócios. O vencimento dezembro/14 registrou 193,50 cents de dólar por libra peso com queda de 75 pontos, o março/15 anotou 194,25 cents/lb com desvalorização de 80 pontos, o maio/15 teve 196,60 cents/lb e o julho/15 encerrou a sessão cotado a 198,90 cents/lb, ambos com recuo de 75 pontos.

Segundo o analista de mercado da Maros Corretora, Marcus Magalhães, o dia no mercado cafeeiro foi lento e marcado por curtas oscilações nos terminais internacionais. “As bolsas mais uma vez não tiveram forças para romper as atuais amarras e desta forma, nada de novo foi visto ou especulado”, afirma.

De acordo com informações reportadas pela Reuters, chuvas volumosas caem nesta semana nas regiões produtoras de café e podem favorecer o ‘pegamento’ dos frutos para a próxima safra.

» Chuvas mais intensas favorecem pegamento de fruto dos cafezais do Brasil

No entanto, as precipitações apesar de intensas no cinturão produtivo não tiveram forças para derrubar os preços na bolsa norte-americana. “A chuva deve trazer aos envolvidos um certo ar de mansidão e tranquilidade já que o calor e o excesso de poeira deverá ficar amenizado”, afirma Magalhães. No entanto, os operadores foram cautelosos e leve queda foi vista.

Nesta quinta-feira (27), a Bolsa de Nova York (ICE Futures US) não opera. Isso por conta do feriado do Dia de Ação de Graças, comemorado nos Estados Unidos.

Mercado interno

Os preços no mercado interno continuam quase estáveis. “O setor produtivo continua arredio à conversas mercadológicas deixando as praças de comercialização dentro de um grande vazio de ofertas e expectativas. A sensação reinante entre os operadores é de que o ano de 2014 já deu o que tinha para dar. No geral, a paradeira é grande”, explica o analista.

O tipo 4/5 de café arábica anotou maior valor na cidade de Guaxupé-MG, onde está cotado a R$ 555,00 a saca mesmo com desvalorização de 1,77% e o município foi a localidade que apresentou variação mais expressiva no dia.

O tipo cereja descascado também teve maior variação e desvalorização entre as praças de comercialização na cidade de Guaxupé-MG com R$ 565,00 a saca e queda de 1,74% em relação ao dia anterior.

O tipo 6 duro registrou maior valor em Guaxupé-MG com R$ 502,00 a saca e queda de 1,95% em relação ao dia anterior. A cidade que teve variação mais expressiva foi Marília-SP com baixa de 2,08% com saca cotada a R$ 470,00.

Na quarta-feira (25), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 registrou alta de 0,23% e está cotado a R$ 480,16 a saca de 60 kg.

» Clique e veja as cotações do mercado interno nesta quarta-feira (26).

Tipo 4/5 fecha no campo misto na Bovespa

As cotações do café arábica tipo 4/5 encerraram no campo misto na BM&F Bovespa. O vencimento dezembro/14 encerrou o dia com US$ 232,00 a saca de 60 kg e queda de 0,43%, o março/15 anotou US$ 233,80 e desvalorização de 0,30% e o setembro/15 está cotado a US$ 241,50 a saca com 0,63% de alta. O tipo 6/7 não teve negócios.

Liffe também encerra sessão no campo misto

As cotações do café robusta na Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (Liffe) ficaram no campo misto nesta quarta-feira. O contrato novembro/14 está cotado a US$ 2102,00 por tonelada com valorização de US$ 7 por tonelada e o janeiro/15 teve US$ 2094,00 por tonelada recuo de US$ 1.

» Clique e veja as cotações completas de café.

Tags:
Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário