Café: Quinta-feira registra cotações voláteis na Bolsa de NY

Publicado em 18/07/2019 11:48 e atualizado em 18/07/2019 16:49
271 exibições

LOGO nalogo

Após abrir o dia com leves baixas, a Bolsa de Nova York (ICE Futures Group) seguiu oscilando entre números levemente positivos e levemente negativos para os vencimentos do café arábica. As baixas das principais cotações ficavam entre 70 e 90 pontos por volta das 11h34 (horário de Brasília).

O contrato Setembro/19 teve baixa de 90 pontos, a 106,50 cents/lb. Para o contrato Dezembro/19, a desvalorização foi de 90 pontos, a 110,30 cents/lb. Março/20 acumulou perda de 85 pontos, a 114 cents/lb e Maio/20, queda de 70 pontos, a 116,45 cents/lb.

Segundo informações do site IEG Vu Agribusiness Inteligence, o café arábica se acomodou em níveis próximos da estabilidade em função da preocupação com clima e a qualidade da safra no Brasil.

“O apoio aos preços que apareceu na manhã desta quinta-feira veio dos problemas de qualidade dos brasileiros e do clima predominantemente frio registrado nas principais regiões produtoras”, pontua Sandra Boga analista do IEG Vu.

Ao mesmo tempo, a Cecafé (Conselhos dos Exportadores de Café do Brasil) divulgou que as exportações brasileiras de café para a China no período entre janeiro e maio de 2019 aumentaram 23,1% com relação ao mesmo período do ano passado, indo para 88.179 sacas de 60 quilos.

Segundo o presidente do Cecafé, Nelson Carvalhaes, os números foram impulsionados pelo papel dos jovens consumidores asiáticos, o rápido desenvolvimento de cafeterias como a Luckin Coffee e a Starbucks nas cidades chinesas e sua atratividade para as novas gerações.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário