Café: Mercado oscila entre negativo e positivo, mas segue próximo da estabilidade em NY

Publicado em 19/07/2019 11:43 e atualizado em 19/07/2019 16:59
227 exibições

LOGO nalogo

Após abrir o dia em alta, a Bolsa de Nova York (ICE Futures Group) já registrou leves desvalorizações para os vencimentos do café arábica e voltou a apresentar leves altas ao longo desta sexta-feira (19). Os ganhos das principais cotações ficavam entre 5 e 15 pontos por volta das 11h26 (horário de Brasília).

O contrato Setembro/19 teve alta de 15 pontos, a 108,75 cents/lb. Para o contrato Dezembro/19, a valorização foi de 20 pontos, a 112,55 cents/lb. Março/20 acumulou ganho de 5 pontos, a 116,20 cents/lb e Maio/20, alta de 10 pontos, a 118,55 cents/lb.

Segundo informações do site IEG Vu Agrobusiness Inteligence, “o progresso da colheita mais rápido do que o esperado manteve os clientes otimistas em mercados futuros sob controle durante a maior parte da semana, prometendo um bom fluxo contínuo de oferta da maior fonte de café do mundo”.

Os indicadores seguem pendendo para os dois lados das cotações, e isso mantêm o mercado volátil e restrito as pequenas modificações.

“As estimativas para a safra deste ano caíram nas últimas semanas e as questões de qualidade de uma colheita desigual persistem. Mesmo assim, dados os crescentes estoques nos entrepostos dos EUA e a perspectiva de prejuízos causados ​​por recentes geadas em algumas regiões brasileiras, o mercado de arábica pode ter resistido muito bem, ainda negociando bem acima de USD1 / lb à medida que esta questão foi publicada. Dito isto, o café continua a ser muito barato por comparação histórica, não pagando o suficiente para os agricultores viverem, se bem recebido pelos consumidores que agora se beneficiam de preços de varejo muito menores”, aponta John Buckley, analista do IEG Vu.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário