Café: Preocupados com o clima, cafeicultores se retraem

Publicado em 25/09/2019 10:34
674 exibições

Cafeicultores consultados pelo Cepea estiveram preocupados com o clima quente e seco na maior parte das regiões de arábica e robusta. Para o arábica, agentes apontam que algumas flores, especialmente as abertas em julho, foram abortadas nas últimas semanas. Os impactos na produção da próxima safra, no entanto, ainda são muito baixos. Por outro lado, chuvas já foram registradas nas regiões de Garça (SP) nos últimos dias. Para a próxima quinzena, a previsão também é mais positiva, com precipitações acima de 50 mm em Franca (Mogiana – SP), Varginha (Sul de Minas), Patrocínio (Cerrado Mineiro), Manhuaçu (Zona da Mata – MG), Londrina (PR), Linhares (ES) e Cacoal (RO), e de 33 mm em Garça, segundo a Climatempo. Esse cenário, aliado à queda dos futuros da variedade em parte da semana passada, retraiu produtores consultados pelo Cepea das negociações. Nessa terça-feira, 24, o Indicador CEPEA/ESALQ do café tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 432,86/saca de 60 kg, alta de 0,2% em relação à terça anterior, 17. Quanto ao robusta, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 fechou a R$ 291,60/sc de 60 kg na terça, 24, alta de 1% em relação à terça anterior, 17. 

Tags:
Fonte: Cepea

1 comentário

  • Carlos Rodrigues

    A única coisa que pode ajudar é que não chova... se chover podemos ver menos de 80 centavos rapidamente.. produzir o dobro e vender a metade do preço só para malucos...

    0