Café verde fica entre os principais produtos exportados para o Canadá: Indicadores mostram potencial do mercado

Publicado em 18/06/2020 11:12 e atualizado em 18/06/2020 12:12 1496 exibições

LOGO nalogo

O café verde - versão não torrada produzido no Brasil se manteve como um dos principais produtos exportados para o Canadá no primeiro trimestre de 2020. Segundo dados divulgados pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC) o produto apresentou faturamento de US$ 26,3 milhões no período, o valor corresponde a 11.2 toneladas embarcadas no período. A análise foi feita com base nos números divulgados pela no levantamento Comex Stat, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. 

Segundo Paulo de Castro Reis, diretor de relações institucionais da CCBC, o resultado é inferior ao mesmo período do ano passado, consequência da pandemia do Coronavírus, mas ainda assim a receita final chama atenção do setor. "A baixa é natural levando em conta os desafios que estamos passando na pandemia, tanto para consumo como para logística, mas isso não diminui a relevância e o potencial da venda do café verde para o mercado canadense", afirmou.  

O presidente destaca que apesar da exportação marítima já apresentar uma normalidade, os desafios continuam para os produtores que estavam adaptados em fazer a exportação via área, tendo em vista que os principais aeroportos ainda estão fechados. "Alguns produtores conseguiram se adaptar aos embarques marítimos, mas os pequenos produtores, de microlotes ainda enfrentam dificuldades", afirma. 

Paulo destaca que o número embarcado no período reforça que o Canadá tem grande potencial para ampliar o consumo do produto brasileiro. "Os números mostram, mesmo dentro deste cenário (pandemia), que o Canadá tem participação importante e um potencial ainda maior. Os indicadores nos mostram isso, imagine quando tudo normalizar", desta. Para aumentar as exportações do café para o país, o presidente reforça que vem sendo feito um trabalho intenso nas apresentações do café brasileiro, promovidas pela própria CCBC. 

Quem também ganhou destaque no levantamento foi o café solúvel, que apresentou crescimento de 23% nos três primeiros meses do ano, atingindo o faturamento de US$3,1 milhões. “Durante o período de isolamento, devido à Covid-19, varejistas canadenses mencionaram a intensificação nas compras de café solúvel, principalmente por conta de os consumidores canadenses estarem em casa consumindo uma quantidade maior do produto. Isso pode ter impulsionado o interesse canadense pelo item”, completa o diretor da entidade.

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário