Café: Com queda do dólar, mercado passa operar no positivo em Londres e Nova York

Publicado em 26/01/2021 13:58 158 exibições
Café arábica volta a subir mais de 100 pontos nas principais referências

LOGO nalogo

Após iniciar o dia com poucas variações, o mercado futuro do café arábica passou a operar com valorização mais expressiva para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Por volta das 13h57 (horário de Brasília), março/21 tinha valorização de 190 pontos, valendo 125,15 cents/lbp, maio/21 subia 185 pontos, negociado por 127,25 cents/lbp, julho/21 registrava alta de 185 pontos, valendo 129,20 cents/lbp e setembro/21 tinha alta de 185 pontos, valendo 131 cents/lbp. 

Os contratos voltam a subir diante de um dia de baixas para o dólar. Também neste horário, o dólar registrava queda de 2,51% e era cotado por R$ 5,37 na venda.

"O dólar caía mais de 1% nesta terça-feira, com o real liderando os ganhos nos mercados globais de câmbio, em dia de forma geral positivo para ativos de risco no mundo, enquanto no Brasil o mercado reagia a declarações do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia sobre a importância do cumprimento de regras fiscais e da entrada do setor privado no processo de vacinação", destacou a agência Reuters. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também passou a operar no campo positivo. Março/21 tinha alta de US$ 14 por tonelada, valendo US$ 1323, maio/21 subia US$ 11 por tonelada, negociado por US$ 1329, julho/21 tinha alta de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 1343 e setembro/21 registrava valorização de US$ 9 por tonelada, valendo US$ 1357.

 

 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário