Café: Nova York limita baixas, mas ainda opera no negativo nesta 6ª feira

Publicado em 26/02/2021 13:56 218 exibições
Conilon operando com estabilidade nas principais referências em Londres

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica segue operando com desvalorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os contratos chegaram a registrar baixas acima de 200 pontos, mas as baixas foram limitadas ainda no período da manhã.

Por volta das 13h52 (horário de Brasília), maio/21 registrava queda de 160 pontos, valendo 138,50 cents/lbp, julho/21 tinha queda de 170 pontos, negociado por 140,15 cents/lbp, setembro/21 registrava baixa de 180 pontos, valendo 141,70 cents/lbp e dezembro/21 operava com baixa de 170 pontos, negociado por 143,20 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café conilon operava com estabilidade. Maio/21 registrava queda de US$ 2 por tonelada, valendo US$ 1473, julho/21 operava com desvalorização de US$ 5 por tonelada, negociado por US$ 1490, setembro/21 operava com baixa de US$ 5 por tonelada, negociado por US$ 1505 e novembro/21 registrava baixa de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 1520.

Os contratos voltam a cair depois de uma semana de intensa valorização para o café. A movimentação já era esperada por analistas, levando em consideração que os preços subiram expressivamente em uma janela muito curta de tempo. Desde a semana passada o café opera com apoio de uma oferta mais restrita do Brasil, em um momento em que o setor tem certo otimismo em relação à demanda nos Estados Unidos e na Inglaterra, com o avanço da vacinação contra a Covid-19. 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário