Café: Arábica abre semana com altas técnicas, enquanto Londres registra leves baixas

Publicado em 01/03/2021 09:23 1272 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta segunda-feira (1º) com valorização técnica para os principais contratos.

Por volta das 09h13 (horário de Brasília), maio/21 tinha valorização de 50 pontos, valendo 138 cents/lbp, julho/21 registrava valorização de 45 pontos, negociado por 139,75 cents/lbp, setembro/21 registrava valorização de 50 pontos, negociado por 141,40 cents/lbp e dezembro/21 operava com alta de 35 pontos, valendo 142,60 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon abriu o dia com quedas técnicas. Às 09h24, maio/21 registrava baixa de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1466, julho/21 tinha baixa de US$ 8 por tonelada, negociado por US$ 1482, setembro/21 registrava baixa de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 1498 e novembro/21 registrava baixa de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 1512.

Café - CNA
Café arábica abre março com valorização ténica na Bolsa de Nova York

As cotações abrem o dia com poucas variações após uma semana de intensa valorização no mercado futuro e também no mercado físico. Segundo análise de Lúcio Dias, analista de mercado da Cooxupé, altas neste momento são justificadas por um movimentação de elevação não só do café, mas de quase todas as commodities agrícolas.

"O café é o que tem mais demorado para reagir, mas nesses últimos dias ele começou a acompanhar as outras. Por enquanto, na minha avaliação, ainda não é uma influência muito forte dos problemas que a gente teve no ano passado", afirmou em entrevista ao Notícias Agrícolas. 

Já as análises internacionais, justificaram a valorização com base na quebra de safra do Brasil e ao otimismo de uma demanda mais aquecida para o setor, levando em consideração a vacinação em massa em importantes consumidores como Estados Unidos e Inglaterra. 

+ Cooxupé: Semana de alta para o café e preços bateram recorde no mercado físico e futuro

 

 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário