Após duas sessões de altas, café abre com correção nos preços nesta sexta-feira

Publicado em 07/05/2021 09:14 311 exibições
Para analistas, no entanto, cenário ainda é de preços firmes nas bolsas

LOGO nalogo

Depois de duas sessões com expressiva valorização, o mercado futuro de café arábica abriu o pregão desta sexta-feira (7) com baixas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O recuo nos preços já era esperado por analistas, mas afirmam que o cenário segue sendo de preços firmes tanto para o café arábica, como para o café tipo conilon. 

+ Arábica e conilon: Analista destaca que mercado deve seguir firme, podendo subir mais com problemas no Brasil e na Colômbia

Por volta das 09h10 (horário de Brasília), julho/21 tinha queda de 205 pontos, negociado por 152,30 cents/lbp, setembro/21 tinha baixa de 200 pontos, negociado por 154,20 cents/lbp, dezembro/21 tinha desvalorização de 190 pontos, valendo 156,65 cents/lbp e março/22 tinha baixa de 190 pontos, valendo 156,65 cents/lbp. 

Em Londres, o café tipo conilon também recua nesta sexta-feira. Julho/21 tinha queda de US$ 10 por tonelada, valendo US$ 1537, setembro/21 tinha baixa de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 1558, novembro/21 recuava US$ 8 por tonelada, valendo US$ 1577 e janeiro/22 tinha desvalorização de US$ 8 por tonelada, valendo US$ 1591.

O preço de café subiu nesta semana apoiado principalmente na oferta mais restrita do Brasil e problemas logísticos impactando os embarques da Colheita. Além disso, a expectativa de uma demanda mais aquecida no segundo semestre e o câmbio também deram suporte de alta nas bolsas. 

A Organização Internacional do Café (OIC) reduziu na quinta-feira sua estimativa de produção global de café de 2020/21 para 169,633 milhões de sacas de uma estimativa anterior de 171,896 milhões de sacas e cortou sua estimativa de excedente global de café em 2020/21 para 3,286 milhões de sacas de uma previsão anterior de +5,258 milhões de sacas.

MERCADO INTERNO - ÚLTIMA SESSÃO 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 1,78% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 857,00, Patrocínio/MG teve alta de 0,60%, negociado por R$ 840,00, Varginha/MG teve valorização de 1,18%, valendo R$ 857,00, Franca/SP teve alta de 1,19%, valendo R$ 850,00. Em Poços de Caldas/MG houve recuo de 0,61%, estabelecendo os preços por R$ 810,00 e Araguarí/MG manteve a estabilidade por R$ 830,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 1,69% em Guaxupé/MG, valendo R$ 900,00, Patrocínio/MG encerrou com alta de 0,58%, valendo R$ 870,00, Varginha/MG teve valorização de 1,69%, negociado por R$ 900,00 e Poços de Caldas/MG teve recuo de 0,58%, valendo R$ 855,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário