Café começa semana com leves altas em Londres e Nova York

Publicado em 17/05/2021 09:22 945 exibições
Mercado atento ao câmbio, safra do Brasil e consumo no 2º semestre

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu a semana com variações técnicas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Por volta das 09h18 (horário de Brasília), julho/21 tinha alta de 10 pontos, negociado por 145,10 cents/lbp, setembro/21 também registrava valorização de 10 pontos, valendo 147,05 cents/lbp, dezembro/21 tinha alta de 15 pontos, negociado por 149,75 cents/lbp e março/22 tinha valorização de 10 pontos, valendo 152 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também abriu a semana com altas técnicas. Julho/21 tinha alta de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 1471, setembro/21 registrava valorização de US$ 10 por tonelada, negociado por US$ 1496, novembro/21 tinha alta de US$ 10 por tonelada, negociado por US$ 1513 e janeiro/22 tinha valorização de US$ 9 por tonelada, valendo US$ 1526.

Às 09h22 (horário de Brasília), o dólar registrava 0,59% de alta e era negociado por R$ 5,30 na venda. O dólar em alta tende a dar suporte de queda nas bolsas. "O dólar abriu a semana em alta contra o real, acompanhando o desempenho internacional da divisa norte-americana em segunda-feira marcada pela aversão a risco no exterior em meio a temores sobre a disseminação da Covid-19 e dados fracos da China", destacou a análise da agência Reuters. 

Além disso, o mercado segue acompanhando as condições das lavouras brasileiras, além da vacinação da Covid-19, que gera uma expectativa de uma demanda mais aquecida para o café no segundo semestre. 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário