Café: Arábica volta a subir mais de 500 pontos e contratos ultrapassam 170 cents/lbp em NY

Publicado em 21/07/2021 12:11
Atenções do setor voltadas ao Brasil e com as incertezas dos impactos climáticos na safra do ano que vem

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica segue operando com valorização no pregão desta quarta-feira (21) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Ainda refletindo os danos climáticos no Brasil, os principais contratos são registrados acima de 170 cents/lbp. 

Por volta das 12h04 (horário de Brasília), setembro/21 tinha alta de 760 pontos, valendo 174,45cents/lbp, dezembro/21 tinha valorização de 765 pontos, cotado a 177,35 cents/lbp, março/22 subia 725 pontos, valendo 179,20 cents/lbp e maio/22 tinha alta de 675 pontos, cotado a 179,80 cents/lbp. 

Leia mais:

+ Geada desta madrugada traz mais prejuízos para próxima safra de café do Brasil, afirma Donizeti Alves

+ Com mais um problema envolvendo o clima, café arábica encerra com valorização acima de 1000 pontos

Os produtores ainda levantam os danos no parque cafeeiro do Brasil, mas o mercado segue precificando a geada registrada na principal área produtora do país. Ontem as cotações encerraram o pregão com altas acima de mil pontos. Especialistas e produtores se preocupam com a produção do ano que vem, que na teoria seria de ciclo alto para o Brasil, mas que já coleciona diversos problemas climáticos. 

Em Londres, após iniciar o pregão com estabilidade, as cotações voltaram a subir. Setembro/21 tinha alta de US$ 12 por tonelada, valendo US$ 1773, novembro/21 tinha alta de US$ 15 por tonelada, valendo US$ 1778, janeiro/22 tinha alta de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 1761 e março/22 tinha alta de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 1746.

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário