Café encerra dia de volatilidade recuando na Bolsa de NY

Publicado em 22/04/2022 16:55
Já no mercado interno, saca registrou valorização em diversas praças

Logotipo Notícias Agrícolas

A sexta-feira (22) chega ao fim com os preços futuros do café recuando na Bolsa de Nova York (ICE Future US), após um dia de muitas oscilações com os contratos apresentando altas e baixas ao longo do pregão.

O vencimento maio/22 foi cotado à 227,81 cents/lbp com queda de 85 pontos, o julho/22 valeu 227,15 cents/lbp com perda de 95 pontos, o setembro/22 foi negociado por 227,05 cents/lbp com desvalorização de 110 pontos e o dezembro/22 teve valor de 226,50 cents/lbp com baixa de 110 pontos.

Segundo informações do site internacional Barchart, o café arábica estava sob pressão na sexta-feira devido à fraqueza do real brasileiro, que caiu para uma baixa de 3 semanas e meia em relação ao dólar. “A desvalorização do real incentiva a exportação dos produtores de café do Brasil”, explica.

Além disso, a publicação destaca que as preocupações com a demanda são negativas para os preços, com a guerra na Ucrânia não mostrando sinais de fim. “Isso alimenta a preocupação de que a invasão da Ucrânia pela Rússia levará a uma inflação mais rápida, reduzirá os gastos dos consumidores e reduzirá o consumo de café à medida que os consumidores apertam o cinto e limitam suas visitas a restaurantes e cafés”.

Já os contratos do café tipo conilon em Londres encerraram o último dia da semana praticamente estáveis. O vencimento julho/22 foi cotado à US$ 2.116 por tonelada com alta de 2 pontos, o setembro/22 valeu US$ 2.120 por tonelada com estabilidade, o novembro/22 foi negociado por US$ 2.122 por tonelada com baixa de 1 ponto e o janeiro/23 teve valor de US$ 2.119 por tonelada com perda de 1 ponto. 

No Brasil, por outro lado, o mercado se descolou do exterior e encerrou a sexta-feira com valorizações. O café arábica tipo 6/7 bebida dura bica corrida foi cotado à R$ 1.260,00 em Guaxupé/MG com alta de 4,13% e à R$ 1.240,00 em Franca/SP com elevação de 4,20%, por exemplo.

No tipo 6 bebida dura bica corrida as altas foram de 5,04% em Araguarí/MG com valor de R$ 1.250,00 e 4,07% em Guaxupé/MG com valor de R$ 1.280,00. No café cereja descascada as valorizações foram de 5,47% em Guaxupé/MG com preço de R$ 1.350,00 e de 3,47% em Campos Gerais/MG com valor de R$ 1.340,00.

Confira como ficaram todas as cotações nesta sexta-feira

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário