Café: América Central sofre com chuvas intensas e produção deverá ser drasticamente reduzida

Publicado em 27/10/2011 11:18 e atualizado em 27/10/2011 12:31 916 exibições
A produção de café na América Central sofre severamente com as fortes chuvas que atingem a região. Na noite de terça-feira, El Salvador anunciou uma redução em sua previsão para a próxima colheita de café em 6%.

De acordo com a associação ProCafé, o país deverá produzir na temporada 2011/12 cerca de 1,33 milhões de sacas de 60kg de café arábica. O volume é 30% menor do que o produzido na safra 2010/11, quando foram produzidas 1,92 milhão de sacas. A última projeção da Procafé para a atual safra era de 1,41 milhão de sacas.  

"Caso as chuvas continuem, há pelo menos outras 150 mil sacas de café que estão correndo risco", disse o presidente da Procafé, Antonio Arevalo. "Há café maduro em árvores que ainda pode ser afetado caso medidas apropriadas não sejam tomadas", disse Arevalo.

O analista independente Maja Wallengren fez um relato sobre a atual situação não só de El Salvador, mas de alguns países da América Central que vêm sofrendo com essa situação de calamidade. Acompanhe.

"Em meu último relato sobre os efeitos da chuva na produção de café da América Central, eu disse que seria um milagre se o dano, por exemplo, em El Salvador, pudesse ser de menos de 100 mil sacas já que esse foi o volume que o país perdeu quando foi atingido pelo furacão Ida há alguns anos. Na época, foi registrado o terço da chuva que está sendo vista nas últimas semanas.

Não digo isso para aumentar a preocupante especulação sobre os danos da atual situação, mas venho cobrindo cada tempestade, furacão e desastre natural na região nos últimos 15 anos.

E hoje, infelizmente, temos dados sólidos de estudos comparativos que mostram o efeito de chuvas e tempestades na região e principalmente nas regiões produtoras de café.

Nesta quarta-feira (26), o Ministério da Agricultura de El Salvador lançou seu primeiro registro oficial sobre os danos das chuvas e afirmou que as perdas deverão ficar entre 100 mil e 283 mil sacas de café.

Enquanto as chuvas começaram a cessar em partes de El Salvador e da Guatemala durante o final de semana, após um período de 10 a 12 dias de precipitações ininterruptas, fortes chuvas continuam castigando Honduras e partes da Nicaragua durante todo esse tempo por conta da formação de uma nova tempestade tropical já batizada de Rina. A tempestade deverá se transformar em um dos mais fortes furacões já vistos na América Central".

Com informações da Reuters e do Coffee Network.

Abaixo, você vê algumas fotos da tragédia causada pelas tempestades na Costa Rica, El Salvador, Guatemala e México. As imagens são da Reuters e das agência AFP e Associated Press.

 costa_rica.jpgelsalvador.jpg elsalvador2.jpg elsalvador3.jpg elsalvador4.jpg elsalvador5.jpg elsalvador6.jpg elsalvador7.jpg guatemala.jpg guatemala2.jpg guatemala3.jpg guatemala4.jpg guatemala5.jpg guatemala6.jpg mexico.jpg mexico2.jpg mexico3.jpg mexico4.jpg mexico5.jpg mexico6.jpg

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário