Carne: Em função da crise, Europa reduz importações de produto brasileiro

Publicado em 06/02/2012 08:32 e atualizado em 06/02/2012 12:36 840 exibições
Entre 2007 e 2011, as exportações de carne do Brasil para a União Europeia tiveram um recuo de 68%. Os brasileiros já chegaram a exportar 65% da carne importada pelos europeus e, no ano passado, esse índice foi de 39%.

De acordo com uma matéria do Valor Econômico, as incertezas causadas pela crise na Zona do Euro estão fazendo com que os consumidores optem por carnes mais baratas, como a de frango, por exemplo. Enquanto o consumo de carne bovina foi reduzido de 16 para 14,4 quilos por pessoa entre 2007 e 2001, o consumo do frango aumentou de 19,4 para 21,5 quilos.

Além disso, um embargo europeu ao produto brasileiro também comprometeu as vendas no último ano. Paralelamente, a questão cambial também atua negativamente no desempenho das vendas. "A competitividade da carne brasileira diminuiu muito por causa do câmbio".

Na última sexta-feira, o Ministério da Agricultura divulgou uma nota informando que voltou a gerenciar a "lista trade" com as informações de fazendas que estão aptas a exportar para a União Europeia, que desde 2007 era feita exclusivamente pelas autoridades europeias.

O mercado agora aguarda os reflexos dessa decisão, esperando que as vendas voltem a aumentar em função de uma agilidade maior nos processos e de uma redução da burocracia, já que a fiscalização agora está sob responsabilidade do Ministério da Agricultura. Atualmente, 1.948 fazendas estão credenciadas a vender carne para o bloco.

Com informações do Valor Econômico.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário