Governo tenta abrir mercado japonês para carnes bovina e suína

Publicado em 26/08/2019 14:07 e atualizado em 26/08/2019 14:39
169 exibições

LOGO nalogo

A ministra Tereza Cristina afirmou nesta segunda-feira (26) que está buscando abrir o mercado japonês para carnes bovina e suína. Tereza afirmou que a proposta  foi de abrir o mercado para um bloco com quatro estados brasileiros, sendo eles Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás e Rondônia. 

Segundo dados do Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento, o Japão é o quarto maior importador de produtos agrícolas do mundo. E o Brasil é o principal fornecedor de alguns deles, como carne de frango in natura, café verde, etanol e suco de laranja. Em 2018, os produtos brasileiros foram responsáveis por apenas 3,2% das importações agrícolas do mercado japonês.

“O Brasil é comprovadamente uma terra de oportunidades e um destino confiável para o capital estrangeiro. Gostaria de destacar o potencial de investimentos em infraestrutura e logística em nosso país e, em especial, no escoamento da produção agrícola”, afirmou Tereza em uma coletiva oficial após o encontro com o ministro japonês em um evento em São Paulo. 

Tereza Cristina destacou ainda que o agro brasileiro atende às exigências dos compradores globais. A ministra citou a eficiência do sistema de defesa sanitária agropecuária e o fato de 66% da vegetação nativa serem preservados no território nacional.

Durante a coletiva, a ministra também afirmou que o Brasil busca abrir mercado para outros produtos como o abacate. Mas afirmou que a liberação ainda depende de uma série de fatores e que as negociações continuarão nos próximos meses. 

 

Tags:
Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário