Inflação das carnes de 2019 teve participação mínima da carne de frango

Publicado em 15/01/2020 08:53
28 exibições

O fato de a inflação (IPCA) de dezembro de 2019 ter ficado em 1,15%, fazendo com que a meta oficial para o ano (4,25%) fosse superada, tem sido atribuído, em grande parte, às carnes. Mas, nesse processo, a carne de frango teve participação mínima, como comprova a tabela abaixo, elaborada a partir dos dados do IBGE.

Na tabela, foi tomada como referência para a carne bovina o acém, corte que tem sido usado como base para as comparações de preço com a carne de frango. Já para a carne suína não há indicações de cortes, o IBGE apontando apenas o comportamento genérico da “carne de porco”.

Na média geral, o acém registrou uma evolução de preço 24 pontos percentuais acima da registrada pela carne de frango. A carne suína, por sua vez, 15 pontos percentuais acima.

Notar, porém, que em duas capitais – Fortaleza e Vitória – a carne de frango registrou evolução de preço superior à da carne suína. Mas foram as únicas exceções entre as 10 capitais pesquisadas pelo IBGE.

Tags:
Fonte: AviSite

0 comentário