Desempenho exportador das carnes em abril de 2020

Publicado em 05/05/2020 09:15 149 exibições

Sem, ainda, apontarem os resultados consolidados do mês, as informações ontem divulgadas pela SECEX/ME – restritas aos embarques médios diários – indicam que em abril passado as exportações das três carnes – bovina, suína e de frango – superaram ligeiramente a marca das 500 mil toneladas, volume que, se confirmado, significará estabilidade em relação a abril de 2019, com variação negativa sem maior expressão, já que de apenas 0,06%.

Mas a maior contribuição para essa estabilidade veio, novamente, da carne suína, cujo volume aumentou cerca de 17,5% em relação a abril de 2019, vindo a seguir a carne bovina, com aumento próximo de 3%. Com isso, ambas ajudaram a minimizar a queda no volume de carne de frango que – apesar de ainda representar mais de três quintos do total de carnes exportadas no mês – apresentou queda de 3,88% na quantidade embarcada.

Como essa queda de volume foi acompanhada por novo retrocesso no preço, a carne de frango também foi a única a apresentar decréscimo na receita cambial. Neste caso, em nível superior a 11%. Já as carnes bovina e suína continuam registrando aumentos excepcionais na receita cambial. Em abril, o incremento anual de receita da carne bovina superou os 19%, enquanto o da carne suína ficou próximo de 34%.

Tags:
Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário