EUA: Comunidades com frigoríficos continuam vendo o vírus se espalhar a taxas mais rápidas

Publicado em 18/05/2020 12:44 e atualizado em 18/05/2020 13:18 339 exibições

Mesmo enquanto as empresas de carne afirmam estar adotando protocolos de segurança à medida que as instalações reabrem, o coronavírus continua se espalhando quase o dobro da taxa nacional nos municípios dos EUA com grandes fábricas.

Os casos confirmados do Covid-19 aumentaram 26% de 5 a 12 de maio nos 74 municípios com grandes matadouros de carne de porco, em comparação com um aumento de 14% em todo o país, de acordo com uma análise da Bloomberg News de dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. O presidente Donald Trump emitiu uma ordem executiva no dia 28 de abril, ordenando que os frigoríficos reabrissem instalações fechadas.

É uma continuação da tendência recente, com dados da semana anterior mostrando resultados semelhantes, embora, em média, a propagação do vírus tenha diminuído tanto nos condados de frigoríficos quanto em nível nacional.

Os dados da Johns Hopkins não diferenciam entre trabalhadores de frigoríficos e outros residentes do condado; portanto, não está claro qual parte das novas infecções está ocorrendo entre os funcionários.

Os defensores da indústria da carne argumentaram que altas infecções são parcialmente devidas a testes agressivos de seus trabalhadores após surtos. Alguns epidemiologistas também dizem que é provável que surtos em fábricas de empacotamento de carne tenham disseminado o vírus nas comunidades vizinhas e que agora esteja se espalhando mais amplamente fora das instalações.

As condições nas fábricas de frigoríficos - incluindo a dificuldade de manter distância social e aderir a padrões elevados de limpeza - aumentaram os riscos de propagação do vírus, concluíram os Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças em um relatório de 1º de maio.

As infecções aumentaram ainda mais rapidamente onde os matadouros estavam fora dos principais centros populacionais e podem ter um impacto maior.

Nos municípios com grandes matadouros com menos de 1 milhão de pessoas, houve um aumento de 31% nos casos confirmados para a semana. Esses 72 municípios foram responsáveis ​​por 6,5% das novas infecções do país, embora representem apenas 3,1% da população nacional.

Tags:
Fonte:
Bloomberg

0 comentário