Unidade da Marfrig em Várzea Grande (MT) tem 14 casos de funcionários com Covid-19

Publicado em 19/05/2020 10:25 238 exibições
Nesta semana, a empresa divulgou a abertura de 600 postos de trabalho na unidade, mas não respondeu se as contratações têm relação com os eventuais afastamentos de funcionários pelo coronavírus

LOGO nalogo

De acordo com informações da Marfrig, a unidade da companhia em Várzea Grande, no Mato Grosso, a empresa foi notificada de que 14 colaboradores da planta testaram positivo para a Covid-19. Nesta segunda-feira (18), a companhia anunciou a abertura de 600 vagas de emprego para a planta para somar aos 2.890 colaboradores que já atuam no local. 

Questionada, a Marfrig não respondeu se estas contratações têm alguma relação com eventuais afastamentos de funcionários com diagnóstico confirmado para a Covid-19, com sintomas ou integrantes de grupos de risco. 

Em nota, a companhia afirma que assim que tomou ciência dos 14 casos confirmados, imediatamente "adotou todos os procedimentos estipulados em seu plano de contingência: realizou o inquérito epidemiológico e prontamente afastou de maneira preventiva todos os contactantes diretos e indiretos que estão em isolamento domiciliar". 

A assessoria de imprensa também não respondeu se há possibilidade de fechamento temporário da unidade por conta das contaminações entre funcionários, mas informou que adotou diversas medidas para a prevenção da doença em suas unidades, como a aferição da  temperatura de todos os colaboradores na entrada da empresa, o aumento do intervalo entre operações, a diminuição do fluxo no refeitório com diferentes intervalos para as refeições, o afastamento dos colaboradores com sintomas de gripe, grávidas, portadores de doenças crônicas e acima de 60 anos, entre outras.  

O QUE DIZ A MARFRIG

"A Marfrig foi notificada sobre o teste positivo do total de 14 colaboradores da unidade de Várzea Grande, no Mato Grosso.  Imediatamente, a companhia adotou todos os procedimentos estipulados em seu plano de contingência: realizou o inquérito epidemiológico e prontamente afastou de maneira preventiva todos os contactantes diretos e indiretos que estão em isolamento domiciliar. Adicionalmente a Marfrig está seguindo todas as determinações da vigilância epidemiológica do município que, na quinta-feira passada, dia 14 de maio, fez uma visita a planta e, após análise, aprovou todas as ações feitas e o plano de contingência para a unidade.

A companhia adotou diversas medidas para a prevenção da doença em suas unidades, entre as quais, a aferição da  temperatura de todos os colaboradores na entrada da empresa, o aumento do intervalo entre operações, a diminuição do fluxo no refeitório com diferentes intervalos para as refeições, o afastamento dos colaboradores com sintomas de gripe, grávidas, portadores de doenças crônicas e acima de 60 anos. Reforçou ainda a equipe médica para intensificar o monitoramento dos casos, fortaleceu o uso de EPIs e a comunicação quanto as medidas de prevenção e uso correto das máscaras dentro da indústria. Como mais uma maneira de fortalecer as medidas preventivas a companhia realizou a desinfecção total da unidade e todos os colaboradores estão sendo vacinados contra H1N1".

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário