MPT e MP de Rondônia entram com ação para suspender temporariamente as atividades da JBS em São Miguel do Guaporé por Covid-19

Publicado em 27/05/2020 09:49 e atualizado em 27/05/2020 10:52 171 exibições
Órgãos informam que constataram na empresa subnotificação de casos de coronavírus às autoridades de saúde da cidade, além de não ter havido afastamento de funcionários com sintomas gripais

LOGO nalogo

O Ministério Público do Trabalho (MPT de Rondônia e o Ministério Público (MP) do Estado entraram com Ação Civil Pública (ACP) com pedido de suspensão imediata das atividades da unidade filial da JBS de São Miguel do Guaporé por até 14 dias. Além disso, os órgãos solicitam adequações nas medidas de combate e prevenção de contaminação por coronavírus entre os funcionários. O MPT informou que até segunda-feira (25), havia 29 casos confirmados na empresa, com alguns ainda ocupando os postos de trabalho.

Segundo o MPT, a ACP foi ingressada após denúncias de irregularidades no funcionamento da planta em relação às medidas sanitárias para conter a doença, além de subnotificação de casos suspeitos e o não afastamento de funcionários com sintomas gripais. Os órgãos seguem investigando se as denúncias procedem e se a empresa está tomando medidas para evitar aglomerações de trabalhadores.

Entre os pontos citados na ACP estão questões como 29 casos confirmados da Covid-19, com alguns destes trabalhadores ainda em atividade na empresa, e que a companhia sequer teria oferecido testes para detectar a doença ou realizado encaminhamento para exames. Os trabalhadores que confirmaram a contaminação tiveram que, por conta própria, apssar por teste na rede pública de saúde ou particular. 

Na ação, segundo MPT e MP do Estado, é buscada a condenação da empresa JBS na obrigação de implementar todas as providências necessárias para garantir a saúde dos seus trabalhadores, além da condenação no pagamento de danos morais coletivos, em montante não inferior a R$ 20 milhões, a ser revertido para ações de melhoria da saúde da comunidade local.

O QUE DIZ A JBS

A JBS não foi notificada sobre o assunto e reitera que tem como objetivo prioritário a saúde de seus colaboradores. A Companhia ressalta que desde o início dessa pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 em suas unidades conforme as orientações dos órgãos de saúde e do Hospital Albert Einstein, além de especialistas médicos contratados pela Companhia para apoiar na implantação rigorosa de medidas para a proteção de seus colaboradores. 

Entre as ações adotadas pela Companhia, estão: 

-  afastamento de pessoas que fazem parte do grupo de risco como maiores de 60 anos, gestantes e todos os que tiveram recomendação médica; 
-  ampliação da frota de transporte; 
-  desinfecção diária das unidades; 
-  medição de temperatura de todos antes do acesso às fábricas; 
-  vacinação contra gripe H1N1 para 100% dos colaboradores; 
-  ações de distanciamento social; 
-  forte comunicação de prevenção e cuidados, entre outras. 

Todas as medidas adotadas pela JBS estão a de acordo com os mais altos padrões. Saiba mais sobre as medidas de saúde e segurança adotadas pela JBS: 
https://jbs.com.br/comunicacao/covid-19-principais-medidas-de-protecao/

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário