JBS em São Miguel do Guaporé (RO) é fechada pela 2ª vez pela Justiça do Trabalho por Covid-19

Publicado em 23/06/2020 13:41 155 exibições
Unidade já havia sido obrigada pela Justiça a paralisar operações no dia 27 de maio, mas medida foi revertida e s planta segua funcionando desde 5 de junho

LOGO nalogo

Pela segunda vez, o Tribunal Regional do Trabalho de Rondônia suspendeu temporariamente as atividades da JBS em São Miguel do Guaporé, em Rondônia, em razão de contaminação por coronavírus entre funcionários. A empresa já havia parado os trabalhos no dia 27 de maio devido a uma decisão judicial, que foi revertida no dia 5 de junho, quandpo a planta voltou a operar.

De acordo com a desembargadora-relatora Maria Cesarineide de Souza Lima, que assinou a decisão, a existência da planta da JBS no Município tem relação com o aumento de casos de Covid-19 na cidade, já que a empresa emprega muitas pessoas do local e de outras cidades da região. Ela ainda ressalta que tanto o sistema de saúde publico e o privado da área já estão com a capacidade no limite para receber mais pacientes. 

A decisão de suspender as atividades na unidade vai "até o efetivo cumprimento de todas as medidas que, de forma efetiva, inibam a proliferação da doença para resguardar o ambiente de trabalho, o Município de São Miguel e toda a região do Estado de Rondônia".

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal Regional de Justiça de Rondônia (TRT-RO), a desembargadora atrendeu ao pedido feito pela empresa para proceder o abate dos animais que estavam no curral da empresa e a retirada do estoque de carnes da unidade.

Além disso, haverá uma audiência de conciliação, feita de maneira remota, agendada para quarta-feira (25) entre as partes.

O QUE DIZ A JBS

"A empresa reitera que tem como objetivo prioritário a saúde de seus colaboradores e ressalta que desde o início da pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 na sua unidade de São Miguel do Guaporé (RO) e em todas as suas plantas no Brasil, conforme as orientações dos órgãos de saúde e protocolo do Ministério da Saúde, Economia e Agricultura. 

A JBS também segue as orientações do Hospital Albert Einstein e especialistas médicos contratados pela Companhia para apoiar na implantação rigorosa de medidas para a proteção de seus colaboradores. 

Entre as ações adotadas pela Companhia, estão: 

-  afastamento de pessoas que fazem parte do grupo de risco como maiores de 60 anos, gestantes e todos os que tiveram recomendação médica; 

-  desinfecção diária das unidades; 

-  medição de temperatura de todos antes do acesso às fábricas; 

-  vacinação contra gripe H1N1 para 100% dos colaboradores; 

-  ações de distanciamento social; 

- monitoramento permanente de 100% dos colaboradores; 

-  forte comunicação de prevenção e de cuidados contra a Covid-19, entre outras ações".  

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário