Desempenho exportador das carnes nos primeiros 15 dias úteis de 2021

Publicado em 26/01/2021 08:38 95 exibições

Retraídos até aqui – o que não deixa de ser ocorrência normal em todo início de ano – os embarques das três carnes tendem a fechar o primeiro mês de 2021 com volume menor que o registrado um ano atrás.

Pela média diária embarcada, apenas a carne de frango registra retração, com queda de perto de 7,5% sobre janeiro de 2020. Ou seja: em 15 dos 20 dias úteis deste mês, o volume médio diário das carnes bovina e suína registra aumento de, respectivamente, 6,68% e 4,27%.

Ocorre, porém, que este janeiro é mês mais curto: tem dois dias úteis a menos que janeiro do ano passado. Daí a projeção para a totalidade do mês sugerir recuo anual de quase 16% para a carne de frango, de 3% para a carne bovina e de pouco mais de 5% para a carne suína.

E uma vez que os preços médios vêm registrando contração em relação ao mesmo mês do ano passado, a receita cambial das três carnes deve ser significativamente menor que a de um ano atrás. O previsto, até aqui, é uma queda próxima de 25% para a carne de frango e entre 9% e 10% para as carnes bovina e suína.

Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário