Desempenho exportador das carnes nos 10 primeiros dias úteis de fevereiro

Publicado em 18/02/2021 10:57 68 exibições

Os dados semanais da SECEX/ME relativos às exportações de carnes – agora abrangendo os 10 primeiros dias úteis de fevereiro – indicam que apenas a carne suína registra volume superior ao de um ano atrás. Ou seja: as carnes de frango e bovina seguem em retração, recaindo sobre esta última o maior índice de recuo.

Analisadas sob a perspectiva do volume médio diário, as exportações de carne de frango são, por ora, 6,7% menores que as de fevereiro do ano passado, índice que corresponde a cerca de 1.219 toneladas a menos, diariamente. Já o recuo nos embarques de carne bovina é de 1.645 toneladas, volume que implica em uma redução anual próxima de 27%.

Nesse contexto, pois, aumentaram somente os embarques de carne suína. Mas o volume adicional, de 170 toneladas, representa aumento de apenas 5,28%, índice insuficiente para reverter a redução observada no conjunto. De cerca de 10%, a queda até aqui registrada implica em 2,7 mil toneladas diárias a menos no volume total embarcado.

Em contrapartida, apenas a carne bovina continua registrando preço médio maior que o de um ano atrás, pois o preço da carne de frango recuou 6,6% e o da carne suína 4,16%. Mas como o incremento no preço da carne bovina foi de apenas 2,81%, sua receita cambial – mantido o desempenho atual no restante do mês – pode retroceder cerca de 25% em relação a fevereiro de 2020.

Neste caso, a receita cambial da carne de frango sofreria recuo anual próximo de 13%, enquanto a da carne suína permaneceria em relativa estabilidade, com aumento inferior a 1%.

Leia Mais:

+ Frango: exportações tiveram queda até o momento em fevereiro, mas setor sofreu menos que as proteínas concorrentes

+ Embarques de carne suína até a 2ª semana do mês dão sinais de otimismo, diz analista

+ Exportações de carne bovina "derrapam" neste início de fevereiro e podem fechar abaixo de fev/20, aponta analista

Fonte:
AviSite

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário