Importações de carnes da China caem 9% em agosto com preços domésticos baixos

Publicado em 08/09/2021 08:37 208 exibições

Logotipo Reuters

A China importou 758.000 toneladas métricas de carne em agosto, queda de 8,9% em relação ao mês correspondente do ano anterior, conforme dados alfandegários divulgados na terça-feira (7), uma vez que os fracos preços domésticos de carne suína pesaram sobre a demanda por importações.

A China importou 6,69 milhões de toneladas de carne nos primeiros oito meses do ano, um aumento de 1,7% em relação aos volumes do ano passado, de acordo com a Administração Geral das Alfândegas.

As importações de agosto também foram menores do que a cifra de julho de 854.000 toneladas métricas.

Os preços domésticos da carne suína despencaram este ano, depois que a produção aumentou devido aos esforços para reabastecer e expandir as fazendas após uma epidemia de peste suína africana que dizimou os rebanhos durante 2018 e 2019.

Com os pequenos agricultores perdendo em média 665 yuans (US $ 103,04) por porco em junho, de acordo com dados do Ministério da Agricultura, o governo interveio para aumentar os preços, comprando carne suína para suas reservas.

Os preços caíram novamente no mês passado, no entanto, e estão atualmente em 18,7 yuans por quilo, menos da metade do que eram há um ano.

Pequim disse na segunda-feira que várias províncias fizeram novas compras para reservas, enquanto outras planejam comprar carne suína nos próximos meses para apoiar ainda mais os produtores.

(US $ 1 = 6,4541 yuans chineses) 

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário