Pesquisador peruano indica El Niño com massas de água de até 31ºC no Pacífico

Publicado em 27/03/2017 11:04 2643 exibições

O pesquisador peruano Jorge Manrique Prieto, especialista em sensoriamento remoto por satélite, disse em uma entrevista concedida em Utah, nos Estados Unidos, que está se formando, no Pacífico Sul, uma gigantesca massa de água quente de 31ºC de temperatura, de milhares de quilômetros quadrados de extensão, que chegará à costa peruana no próximo mês de agosto.

As massas de 31ºC são descritas pelos especialistas americanos como um pico termodinâmico anormal, que dará lugar à geração de vapor de água a partir do Oceano Pacífico até quatro vezes mais do que o normal e a chuvas na costa continental do Pacífico.

Massas de água quente de até 31ºC

Massas de 31ºC no Oceano Pacífico

Para sustentar sua advertência às autoridades, a fim de preparar o país para enfrentar este novo problema climático, Prieto apresentou um mapa de satélite internativo em seu site.

A previsão foi gerada pela National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) com base na avaliação de 22 agências da própria NOAA e de 45 agências de diferentes países e também pela NASA. São duas massas de água quente: a primeira, pequena, de 27ºC, chega logo em abril e se prolongaria até julho. A segunda, maior, estaria chegando em agosto e se prolongaria até outubro.

Massas de água quente chegando no Pacífico

Massas de 27ºC no Oceano Pacífico

As massas, de acordo com o especialista, são de origem vulcânica. Segundo ele, nas profundidades dos mares Bismark, Salomón e del Coral existem mini-vulcões submarinos que entram em erupção a cada certo tempo e esquentam as águas profundas a níveis anormais. Essas massas são conhecidas como ondas Kelvin.

O Peru faz fronteira com a região Norte do Brasil.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte:
Punto de Vista y Propuesta

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário