Semana inicia com chuvas volumosas em Minas Gerais, Goiás e oeste da Bahia

Publicado em 18/11/2019 10:23 e atualizado em 18/11/2019 11:11
2486 exibições

LOGO nalogo

A semana inicia com chuvas significativas para áreas das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste do Brasil. Os destaques e volumes expressivos de chuvas ficam para as regiões de Goiás e oeste da Bahia, onde produtores rurais vêm sofrendo com a irregularidades de chuvas e tempo seco. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas acontecem devido à Zona de Convergência do Atlântico Sul, que também espalha chuvas pelo Mato Grosso, Tocantins, Pará, Amazonas e Rondônia. 

"O que está atuando na grande área central do país é um fenômeno que acontece entre os períodos de Primavera e Verão, uma Zona de Convergência do Atlântico Sul, que nada mais é que um corredor de umidade que se forma em toda essa faixa que vem do Amazonas para a região Sudeste e que forma essa chuva", explica Mamedes Luiz Melo, meteorologista do Inmet.

A tendência, segundo o Inmet, é que as chuvas continuem com bons volumes nessas regiões, porque a Zona de Convergência deve continuar atuando durante os próximos dias. Para as próximas 24 horas, são esperadas chuvas em todo o estado de Minas Gerais, com volumes mais altos para a região oeste, entre 50 e 70 milímetros de precipitação. Nas demais áreas do estado são esperados volumes entre 12 e 30 mm. 

Confirmando as previsões, as chuvas plantadeiras devem começar avançar esta semana para a região oeste da Bahia. Nas próximas 24 horas, são esperados volumes expressivos nesta região do estado, entre 50 e 70 milímetros. As demais regiões da Bahia ainda permenecem com uma massa de ar seco e não tem previsão de chuvas para os próximos dias. 

O bloqueio que havia na atmosfera, impedindo que as chuvas avancem para o estado de Goiás, começa a ser rompido e chove em todo o estado nas próximas 24 horas. O modelo Cosmo do Inmet, os maiores volumes devem ser registrados no leste do estado, com até 30 mm de precipitação. Os modelos do Inmet também indicam chuvas em todo o Mato Grosso nesta segunda-feira (18). Os volumes devem ficar entre 20 e 40 milímetros, sobre tudo nas áreas com divisa com Rondônia e Amazonas. 

Veja o mapa de precipitação para as próximas 93 horas em todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Últimos três dias 

Nos últimos três dias foram registradas volumes significativos de chuvas no Mato Grosso do Sul, com precipitações entre 125 e 150 milímetros na região central do estado. 

Também foram registradas chuvas em Goiás, com volumes entre 20 e 40 mm de precipitação. 
Em Minas Gerais foram registrados volumes entre 30 e 60 milímetros em todo o estado. Ainda na região Sudeste, em São Paulo, na regiões leste e norte do estado, foram registradas chuvas entre 20 e 30 milímetros. 

Na região Sul do país, as chuvas deram uma trégua, confirmando as previsões dos últimos dias. Em Santa Catarina foram registradas precipitações de 15 milímetros e no Paraná os números não ultrapassaram os 12 mm. 

Veja o mapa de precipitação dos últimos três dias em todo o Brasil: 

Três dias - Inmet
Fonte: Inmet 

Foto em Dakota do Norte - EUA. Envio de Gustavo Philippsen
Foto em Dakota do Norte - EUA. Envio de Gustavo Philippsen

Soja em fase reprodutiva em Nova Aurora (PR). Envio de Carlos Ribeiro
Soja em fase reprodutiva em Nova Aurora (PR). Envio de Carlos Ribeiro​

Soja Bom Jesus da Penha(MG). Envio de Bruno Torres
Soja Bom Jesus da Penha(MG). Envio de Bruno Torres

 

Foto em São Pedro do Paraná (PR). Envio de Henrique Graciotto
Foto em São Pedro do Paraná (PR). Envio de Henrique Graciotto

Lavora soja em Comodoro (MT). Envio de Rodolfo D. Farias
Lavora soja em Comodoro (MT). Envio de Rodolfo D. Farias

 

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do
WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram
 @noticiasagricolasou use a hashtag #imangensdodia

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Namir Bertuol Londrina - PR

    Previsoes totalmente furadas. Semana passada marcava de 80 a 100mm no noroeste do parana Nao caiu uma gota. Nao serve para nada

    2