Tempo Seco: Novo bloqueio atmosférico impede chuvas e temperaturas voltam a subir em todo o BR

Publicado em 03/08/2020 10:22 e atualizado em 03/08/2020 16:59 1265 exibições

LOGO nalogo

O mês de agosto começa com previsão de tempo seco para todo o país. Segundo as previsões da Climatempo, um novo bloqueio atmosférico impede a chegada de novas frentes frias para o Brasil. "A primeira segunda-feira do mês de agosto será marcada por tempo seco na maior parte do Brasil. Temperaturas acima do normal para esta época do ano deverão ser observadas em várias regiões do país", afirma  Climatempo. 

Veja o mapa de previsão de precipitação para as próximas 93 horas: 

93 horas - Inmet - 0308

A trégua na chuva chega também para o sul do Brasil, depois de volumes expressivos serem registrados durante o mês de julho. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os volumes estão acima da climatlogia no Rio Grande do Sul e só nos últimos 30 dias, chuvas acima de 200 milímetros foram registradas. Em Santa Catarina, os volumes ficaram entre 120 e 150 mm, sendo os maiores volumes registrados no sul do estado. Já no Paraná, os volumes são mais baixos, entre 50 e 70 mm, também com as maiores chuvas registradas para o sul do estado.

"A passagem de uma frente fria afastada por alto mar não consegue causar mudanças no tempo no Sul do Brasil. Nas três capitais da Região, o dia ainda começa frio e com possibilidade de névoa, mas aos poucos as temperaturas entram em elevação e não há previsão para chuva", destaca a Climatempo para o sul do Brasil. 

Veja o mapa de precipitação acumulada nos últimos 30 dias em todo o Brasil: 

 Últimos 30 dias - Inmet
Fonte: Inmet 
 

O ar mais seco também tende a fazer as temperaturas subirem em todas as regiões nos próximos dias. Os modelos de temperaturas do Inmet indicam que a elevação deve acontecer de maneira mais expressiva já nesta segunda-feira (3). 

Para o sul do Brasil, as temperaturas devem ficar entre 18 e 22 graus nos três estados. No Sudeste, após a passagem de uma frente fria na última semana, as mínimas devem ficar entre 18 e 20 graus, enquanto as máximas podem chegar a 26 graus em algumas regiões. 

As previsões indicam ainda que o Centro-Oste deve continuar com o pedromínio de uma forte massa de ar quente e seco. As temperaturas mais baixas devem ser registradas no sul do Mato Grosso do Sul, com previsão entre 22 e 24 graus nas mínimas. Os termômetros devem voltar a registrar números acima dos 30 para o Mato Grosso. Os mapas do Inmet indicam máximas entre 30 e 32 para a maior parte do estado.  

Veja o mapa de previsão de temperatura para as próximas 93 horas: 

93 horas - temperaturas - Inmet - 0308
Fonte: Inmet 

 


Já para o Nordeste, a circulação dos ventos continuam colaborando para a umidade relativa do ar na região. "O tempo permanece bastante instável, com chuva moderada a qualquer hora, em todo o litoral baiano, inclusive em Salvador, e sobre o estado de Sergipe", afirma a Climatempo.

As previsões da Administração Oceânica e Atmosférica (NOAA)indicam a volta das chuvas apenas para o sul do Brasil, a partir do próximo dia 11. Segundo o modelo, uma nova frente deve atingir o Rio Grande do Sul, com volumes acima de 100 mm para o estado. As chuvas devem ainda atingir o extremo sul de Santa Catarina, porém com volumes mais baixos. Para as demais regiões do Brasil, o NOAA segue indicando tempo seco.

Veja o mapa de previsão estendida para todo o Brasil: 

NOAA - 0308
Fonte: NOAA 

 

Aplicação de Nitrogênio em Trigo Ijuí-rs Consultor técnico Ronaldo Bazzan
Aplicação de Nitrogênio em Trigo Ijuí-rs Consultor técnico Ronaldo Bazzan

Fazenda Reconquista - Jateí/MS Nereu Cesar Medeiros
Fazenda Reconquista - Jateí/MS Nereu Cesar Medeiros

Fazenda Reconquista - Jateí/MS Nereu Cesar Medeiros
Fazenda Reconquista - Jateí/MS Nereu Cesar Medeiros

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolas ou use as hashtag#imangensdodia
 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário