HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Bloqueio deve começar a perder força no dia 8: NOAA indica chuva mais abrangente para todo o Brasil Central

Publicado em 02/10/2020 10:29 e atualizado em 02/10/2020 13:24 9509 exibições
GFS vem mostrando uma mudança nos padrões e chuvas para o Centro-Oeste desde o início da semana

LOGO nalogo

Desde o início desta semana, as atualizações do modelo GFS da Administração Oceânica e Atmosférica (NOAA) indicam uma mudança nos padrões do tempo para o Brasil Central ainda na primeira quinzena de Outubro. A atualização divulgada nesta sexta-feira (2), é ainda mais positiva para o Brasil Central, incluindo condições de chuvas também para parte da região Nordeste. 

A meteorologista Naiane Araújo, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), reforça mais uma vez que ao que tudo indica uma mudança bastante expressiva pode acontecer em boa parte do país nos próximos dias.

"Hoje nós temos mais um bom sinal de uma virada nos padrões, o bloqueio perdendo força e tudo isso começando a partir do dia 8", comenta. No início desta semana, o NOAA já sinalizava o retorno das chuvas para o Centro-Sul do país, mas ainda apresentava chuva bastante irregular para o Centro-Oeste. 

Já atualização mais recentes indica chuvas para todos os estados do Centro-Oeste, com precipitação entre 40 e 60 mm. Os volumes previstos também continuam interessantes para o Sudeste do Brasil, que também vem sofrendo com as altas temperaturas e baixo volume de chuva. Entre o dia 10 e 18 de Outubro, a previsão é de chuva para toda região, sendo os volumes mais esperados para áreas de Minas, onde o acumulado pode ultrapassar os 100 mm. 

Se as previsões se confirmarem, o alívio deve chegar também para o produtor do Paraná. A tendência, segundoo NOAA, é de chuvas com até 70 mm em boa parte do estado. A previsão é de chuva também para Santa Catarina, com precipitação entre 40 e 50 mm. Já para o Rio Grande do Sul, que vem registrando os maiores acumulados, a tendência é de pouca chuva no período.  

Veja o mapa de previsão estendida para todo o Brasil: 

NOAA - 0210
Fonte: Inmet 

Temperaturas continuarão elevadas durante todo o final de semana 

Para os próximos dias, as atenções continuam voltadas para onda de calor intenso em atuação no Brasil desde o início desta semana. O Inmet mantém os alertas de calor intenso e baixa umidade relativa do ar para boa parte do Brasil Central. 

Para esta sexta-feira, o alerta vermelho de baixa umidade relativa do ar é válido para Goiás e áreas do Mato Grosso do Sul. "Umidade relativa do ar abaixo de 12%. Grande risco de incêndios florestais e à saúde (doenças pulmonares, dores de cabeça e etc)", destaca o comunicado. Já os alertas de calor são válidos para todo o Centro-Oeste e áreas do Sudeste. 

O mapa de previsão de temperatura indica que novas ondas de calor na casa dos 40 graus podem acontecer nas próximas 24 horas. O Mato Grosso do Sul continua com previsão de temperatura entre 40ºC e 42ºC em todas áreas do estado, previsão de temperatura que também é válida para áreas no estado de Goiás. As demais regiões do Centro-Oeste tem previsão de temperatura entre 34 e 36 graus. 

O calor intenso também segue predominante em São Paulo, com máximas que podem chegar a 40 graus. A tendência é de temperatura elevada também no Parané e em Santa Catarina, com temperatura máxima entre 36 e 38 graus. No Rio Grande do Sul, apenas o extremo norte do estado pode ter temperaturas extremas, as demais regiões do estado podem ter um declínio nas temperaturas, devido a passagem de uma frente fria pelo estado. 

Veja o mapa de previsão de temperatura para os próximos dias: 

Temperaturas - Inmet - 0210
Fonte: Inmet 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário