HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Inmet e NOAA indicam mais uma semana de veranico para o Centro-Oeste e Matopiba

Publicado em 27/11/2020 10:31 e atualizado em 27/11/2020 11:06 5644 exibições
Vórtice impede a formação de chuvas na área, mas favorece condição nas extremidades do país

LOGO nalogo

As previsões mais recentes do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e da Administração Oceânica e Atmosférica indicam mais uma semana de veranico para o Centro-Oeste e Matopiba.

De acordo com Mamedes Luiz Melo, meteorologista do Inmet, há sete dias não chove de maneira expressiva na região e a tendência é de permanência de tempo seco e temperaturas mais elevadas em algumas áreas. "Nós estamos com um vórtice em atuação na atmosfera e que nesta região impede a formação ou avanço de nuvens, em contrapartida, favorece as chuvas nos dois extremos do país", explica Mamedes. 

Segundo a atualização do modelo GFS, divulgada nesta sexta-feira (27), no período entre 27 de novembro e 5 de dezembro, o modelo indica chuva apenas para região do Amazonas, Pará, parte sul e parte do Sudeste. Na região sul do Brasil, os maiores acumulados são esperados entre o norte do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Há também previsão de chuvas para áreas do Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. 

Consequência da falta de chuvas, as temperaturas também ficam mais elevadas, sobretudo no Mato Grosso do Sul onde a situação tende a ser mais crítica nos próximos dias, derrubando a umidade relativa do ar. "O estado de atenção é para o Mato Grosso do Sul onde as temperaturas continuarão elevadas, podendo ficar acima dos 38 graus", afirma o especialista. 

De acordo com o modelo americano, as chuvas devem retornar para o Centro-Oeste e Matopiba na primeira semana de dezembro. Entre os dias 5 e 13 do próximo mês, o modelo sinaliza ainda os maiores acumulados paro Sudeste com 100 mm de precipitação.

Para Centro-Oeste, a tendência é de chuva em toda área com precipitação entre 60 e 90 mm. As mesmas condições são esperadas para o Matopiba. Já na parte sul do país, o modelo GFS traz em sua atualização um corte nos volumes expressivos para o Rio Grande do Sul. Já em Santa Catarina e no Paraná, a tendência é de chuvas com volumes entre 40 e 60 mm. 

Veja o mapa de previsão estendida para todo o Brasil: 

NOAA - 2711
Fonte: Inmet 

 

Para esta sexta-feira (27) as previsões do Inmet mantém chances de chuvas mais volumosas para a faixa leste da região sul do Brasil,  São Paulo e Minas Gerais. 

De acordo com a Climatempo, o estado com raios e fortes rajadas de vento no centro-oeste do Rio Grande do Sul, no oeste catarinense e no centro, sul, oeste e norte do Paraná.

"Chuva moderada a forte e ventos por vezes fortes no centro-sul leste e norte de São Paulo, incluindo a capital paulista, no sul e oeste de Minas Gerais, no Distrito Federal, em Goiânia e no centro-oeste de Goiás", complementa a previsão. 

Destaca ainda chance de chuva moderada a forte e rajadas de vento para o norte do Mato Grosso, Rondônia, Pará, Roraima,  centro-norte, sul e leste do Amazonas e o leste do Acre. 

Veja o mapa de previsão de precipitação para as próximas 93 horas: 

93 horas - Inmet - 2711
Fonte: Inmet 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário