HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Chuvas retornam com intensidade no oeste de Minas Gerais, oeste da Bahia e sul do Piauí e Inmet emite alerta

Publicado em 04/02/2021 10:50 e atualizado em 04/02/2021 11:31 3675 exibições
No Sul do Brasil, o ciclone extratropical segue influenciando áreas de instabilidades com chuvas fortes, rajadas e granizo

LOGO nalogo

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alertas de tempestades para o oeste de Minas Gerais, oeste da Bahia e extremo sul do Piauí, válido pelas próximas 24 horas. As chuvas retornam para a região depois de duas semanas de tempo seco e altas temperaturas nos dois estados, devido a atuação de um vórtice ciclônico que impedia o avanço da umidade em toda área. 

Segundo Andrea Ramos, meteorologista do Inmet, o retorno da chuva vai acontecer de forma gradual e as devem acontecer em formas de pancadas, destacando as altas temperaturas dos últimos dias. O alerta vale ainda para pontos no Sul de Minas Gerais.

"Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h), e queda de granizo. Risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos", afirma o comunicado oficial. Já nas previsões da Bahia, o Inmet alerta para chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 km/h). Baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Veja o mapa com áreas de alerta emitido pelo Inmet: 

 

Alerta de chuvas - Bahia e Minas Gerais - Inmet - 0402 Alerta de chuvas - Bahia e Minas Gerais - Inmet - 0402
Fonte: Inmet

Segundo o modelo Cosmo do Inmet, a partir de sábado, dia 6, a tendência é de um aumento de volumes no centro-sul de Minas Gerais, com precipitação entre 20 e 40 mm. Também deve voltar a chover no Rio de Janeiro, com até 60 mm de acumulado, além do avanço da umidade para o Espírito Santo. 

Esse novo sistema deve avançar inclusive com bons volumes para toda área do Matopiba. No oeste da Bahia, no início da próxima semana, as chuvas podem chegar até 70 mm. No Tocantins, as chuvas devem ficar entre 20 e 30 mm, enquanto o norte do Piauí e do Maranhão têm tendência de permanência do tempo estável até, pelo menos, o próximo domingo (7). 

Na região Sul do Brasil, o ciclone extratropical com intensidade forte segue favorecendo chuvas expressivas em toda área. Segundo Andrea, o Inmet segue indicando o sistema apenas com forte intensidade e ainda não há característica de um "Ciclone Bomba", como o que aconteceu no ano passado em Santa Catarina. 

Veja o mapa com a evolução do ciclone: 

Ciclone extratropical - Inmet - 0402
Fonte: Inmet

Os maiores volumes continuam previstos para o Rio Grande do Sul nas próximas 24 horas. O leste gaúcho pode registrar acumulado com até 50 mm. As demais áreas do estado têm previsão de chuvas entre 20 e 40 mm. A tendência, segundo a meteorologista, é que nesta quinta-feira o sistema avance sobre Santa Catarina e Paraná, com previsão de acumulados entre 20 e 30 mm.

"No decorrer da quinta-feira (04/02), este ciclone irá se descolocar de maneira rápida para o Oceano Atlântico causando ventos fortes com rajadas da ordem de 70 a 90 km/h na costa do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina", afirma o Inmet. As chuvas chegam com rajadas de vento e eventual queda de granizo. 

Para as demais regiões do país, seguem previstas chuvas típicas de verão, acontecendo entre a tarde e noite no Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e áreas de Goiás. Nos três estados os acumulados podem chegar a 40 mm. "Nuvens carregadas crescem em quase todos os estados brasileiros em função da grande quantidade de ar quente e úmido que está espalhado sobre o país", complementa a Climatempo. 

Ainda de acordo com a consultoria, a passagem do ciclone associado a frente fria, aumenta o risco para temporais com ventania e até queda de granizo também nos estados do Sul, em São Paulo e em Mato Grosso do Sul. "Também ficam em atenção para chuva e ventos moderados a fortes e raios o sul do Maranhão e do Piauí, o sul e centro-leste da Bahia, oeste e o sul de Minas Gerais, o centro, norte e leste do estado de São Paulo", acrescenta. 

Veja o mapa de previsão de precipitação para as próximas 93 horas: 

93 horas - Inmet - 0402
Fonte: Inmet 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário