HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Última semana de abril será marcada por entrada de ar polar e quedas nas temperaturas em todo país

Publicado em 26/04/2021 10:31 e atualizado em 26/04/2021 11:03 2705 exibições
Inmet alerta para risco de geadas nas áreas serranas da região Sul e na Serra da Mantiqueira

LOGO nalogo

A última semana de abril será marcada por queda nas temperaturas de norte a sul no Brasil. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), essa é a primeira massa de origem polar continental que entra no país em 2021. "O ar frio de origem polar avança por dentro da América do Sul, e não pelo oceano. Assim, esse ar frio continua forte o suficiente para atingir áreas mais ao norte do continente, como a região da Amazônia", complementa a Climatempo. 

As condições aumentam o risco de geadas no Sul do Brasil e também na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais. A tendência é que as duas áreas registrem temperaturas mínimas de 5 graus nos próximos dias. Em relação à intensidade da geada, segundo o Inmet, ainda é preciso aguardar a evolução do sistema pelo Brasil para saber a intensidade do frio. 

Veja a tendência de temperatura do ar nos próximos dias: 

Massa de ar frio - 260421 - Inmet
Fonte: Inmet

O modelo de previsão de temperatura, do Inmet, para terça-feira (27) prevê temperaturas mínimas entre 6 e 10 graus no Rio Grande do Sul, entre 8ºC e 10ºC em Santa Catarina e mínimas entre 10ºC e 18ºC no Paraná, com destaque para a faixa oeste que deve registrar as temperaturas mais baixas. 

Segundo a Climatempo, na quarta-feira (28), há possibilidade de geada entre as serras do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Já a faixa leste de Santa Catarina e do Paraná, por ficarem com mais nebulosidade, não terão uma queda da temperatura mínima tão acentuada. De forma geral, a semana será fria a amena, e a temperatura começa a entrar em elevação (principalmente as mínimas) a partir de quinta-feira.

No Mato Grosso do Sul, as temperaturas mínimas também não devem ultrapassar os 12ºC no extremo sul do estado. Ainda no Centro-Oeste, a tendência é de temperaturas entre 16ºC e 24ºC. Para o Centro-Oeste, a Climatempo destaca que a partir de terça-feira, com o tempo mais aberto, as tardes já serão mais quentes, mas as noites e madrugadas serão frias, principalmente em Mato Grosso do Sul. Já em Goiás, a queda de temperatura não será significativa.

As mesmas temperaturas são esperadas para o Sudeste, com exceção da Serra da Mantiqueira que deve registrar temperaturas mais baixas. "A queda da temperatura começa a ser mais sentida a partir de terça-feira (27), principalmente nas áreas do leste e sul de São Paulo, no Rio de Janeiro e no centro-sul de Minas Gerais, onde o tempo fica mais fechado. No decorrer da semana, a temperatura vai caindo também no restante de Minas Gerais e no Espírito Santo", complementa a Climatempo. 

A consultoria destaca ainda que até a região Norte do Brasil vai sentir a entrada desse ar mais frio! O sul da Amazônia terá dias bem amenos até o meio da semana e não se pode descartar até uma friagem no Ac e RO, ainda que fraca. "O choque desse ar frio e seco com o ar quente e úmido da Região vai causar a formação de nuvens bastante carregadas. Entre segunda e terça-feira, há risco de temporais no Acre, no norte de Rondônia e no Amazonas", afirma.

Veja o mapa de previsão de temperatura nos próximos dias: 

Previsão de temperaturas - Inmet - 240621
Fonte: Inmet 

A maior parte do país vai continuar com tempo estável nesse começo de semana. Segundo o Inmet, uma frente fria no litoral da região Sudeste vai favorecer a circulação dos ventos, aumentando as chances de chuvas pontuais no Sudeste e Centro-Oeste do país. 

As chuvas, no entanto, não devem acontecer com volumes significativos, nem de forma muito abrangente, condição característica do outorno. De acordo com o modelo Cosmo, as precipitações irregulares são esperadas para o leste de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. No Mato Grosso, pode chover no centro-norte do estado. 

No Matopiba, continuam previstas as chuvas mais expressivas para o norte do Maranhão, com precipitação entre 20mm e 30. Piauí, Tocantins e oeste da Bahia também apresentam condição de chuva, porém com volumes baixos. 

Veja o mapa de previsão de precipitação nas próximas 93 horas: 
 

93 horas - Inmet - 260421
Fonte: Inmet 

 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário