HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Corredor de umidade: Semana começa com muita chuva no Centro-Oeste e Sudeste do Brasil

Publicado em 06/12/2021 10:54 3306 exibições
Preocupações aumentam para o Sul do Brasil já que além da falta de chuva, produtor também enfrenta temperaturas elevadas

Logotipo Notícias Agrícolas

A semana começou com muita chuvas em áreas da região central do Brasil. De acordo com dados coletados pelas estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em Belo Horizonte/MG, os acumulados de chuva já se aproximavam de 90mm na manhã desta segunda-feira (6). Naiane Araújo, meteorologista do Inmet, explica que a formação de um novo corredor de umidade (Zona de Convergência do Atlântico Sul - ZCAS), que vai manter a semana com bastante chuvas no Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. 

Para as próximas 24 horas, a meteorologista afirma que as chuvas continuarão intensas em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Além do Sudeste, a tendência é de muita chuva também no Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. "A tendência é de amanhã continuar com bastante chuvas nessas áreas e em Minas Gerais, de forma pontual, não estão descartados acumulados ultrapassando os 100mm", afirma Naiane. 

Em relação aos volumes, o modelo Cosmo do Inmet prevê chuvas entre 30mm e 60mm em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro nas próximas 24 horas. Também há condição para chuvas em São Paulo, porém com volumes mais baixos. 

No Mato Grosso e em Goiás, o modelo prevê precipitação de até 40mm no período. Com a formação de corredor de umidade na área, o sistema também deve influenciar a formação de nuvens carregadas no Matopiba. Tocantins, Bahia e parte do Maranhão têm previsão de chuva e acumulados de até 40mm nesta segunda-feira. 

Já a região Sul do Brasil, apenas a faixa leste de Santa Catarina e Paraná podem ter chuvas expressivas neste início de semana. Segundo o Inmet, um sistema de baixa pressão, atuando no oceano, favorece a circulação dos ventos e formação de nuvens, mas o sistema não avança para as demais áreas. A faixa leste do dois estado podem ter acumulados entre 20mm e 30mm. 

No Rio Grande do Sul, o cenário é preocupante e não há previsão de chuvas para os próximos dias. Segundo Naiane, a massa de ar quente continua impedindo a formação de nuvens, principalmente na faixa oeste do estado. Além da falta de chuva, as elevadas temperaturas também levantam preocupações para o produtor de soja no estado. Segundo o Inmet as máximas podem bater a casa dos 37 graus nesta segunda. + NOAA indica estiagem de 15 dias para o RS e estado corre risco de fazer replantio da soja em boa parte da área

 

Veja o mapa de previsão de precipitação para as próximas 93 horas: 

GIF 06-12-2021 10-56-24
Fonte: Inmet

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário