HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

NOAA e Inmet indicam mais 15 dias de tempo muito seco e altas temperaturas no Rio Grande do Sul

Publicado em 29/12/2021 10:38 e atualizado em 29/12/2021 13:00 7321 exibições
Preocupação com a safra aumenta a cada dia e SC e PR também não devem receber volumes significativos

Logotipo Notícias Agrícolas

A cada dia que passa sem chuva no Sul do Brasil as preocupações aumentam e as previsões mais recentes da Administração Ocêanica e Atmosférica (NOAA), assim como os modelos do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) não indicam mudança no curto prazo e a tendência é de permanência de tempo muito seco, com temperaturas elevadas e baixa umidade relativa do ar em toda área, com destaque para o estado gaúcho onde o cenário tende a continuar sendo o mais crítico. 

De acordo com Heráclio Alves, meteorologista do Inmet, para Santa Catarina e Paraná as previsões são um pouco mais positivas, com a possibilidade de chuva nos próximos dias, mas ainda sem atingir todas as áreas e com risco de queda de granizo, devido as altas temperaturas dos últimos dias. 

A atualização do modelo de previsão estendida, divulgada na manhã desta quarta-feira (29) pelo NOAA, sinaliza condição de chuvas nos dois estados para os próximos sete dias, com previsão de precipitação entre 20mm e 40mm. Para o Rio Grande do Sul, o NOAA mostra condição de chuva apenas de forma pontual na faixa leste do estado. 

Até pelo menos o dia 14 de janeiro não há previsão do retorno de chuvas abrangentes e expressivas para o Sul do Brasil, de acordo com o modelo norte-americano. Entre os dias 6 e 14 de janeiro, o NOAA reduz a condição de chuva inclusive em Santa Catarina e no Paraná. Nos próximos 15 dias o NOAA mantém a tendência de chuva para o centro-norte do Brasil, sendo os maiores volumes esperados para a região central do país. 

Enquanto a chuva não chega, a tendência é de permanência das temperaturas elevadas em boa parte do centro-sul do Brasil. O destaque é para faixa oeste do país onde os termômetros podem ultrapassar os 37 graus nos próximos dias. 

Na tarde de ontem, algumas cidades do Paraná e do Mato Grosso do Sul registraram máximas acima dos 39 graus, confirmando as previsões anteriores de muito calor nessas áreas. Com as temperaturas explodindo e tempo muito seco, o Inmet mantém a condição de alerta para baixa umidade relativa do ar na parte Sul do Brasil. 

Veja o mapa de previsão estendida para todo Brasil: 
 

NOAA - 29122021
Fonte: NOAA 

Para as próximas 24 horas, o Inmet prevê a permanência de chuvas no Brasil Central. Segundo o meteorologista, o canal de umidade continua favorecendo a formação de nuvens carregadas em toda área. 

Afirma ainda que a circulação dos ventos deve levar condição de chuva áreas do Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná e Santa Catarina que podem registrar inclusive queda de granizo e chuvas em forma de tempestade. 

Com relação aos volumes, o modelo Cosmo do Inmet prevê chuvas entre 20mm  e 30mm no Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul e também no Matopiba. O volume já diminuiu na Bahia, mas o oeste do estado ainda pode registrar mais chuvas nesta quarta-feira (29). 

Veja o mapa de previsão de precipitação nas próximas 93 horas: 
 

GIF 29-12-2021 10-49-33
Fonte: Inmet

Consultor Delcio, da Dedeagro, Fazenda Consulta, vistoriando lavoura de soja em Miguelopolis (SP). Envio de Gustavo Santana 
Consultor Delcio, da Dedeagro, Fazenda Consulta, vistoriando lavoura de soja em Miguelopolis (SP). Envio de Gustavo Santana

Soja em Guaraciana (SC). Envio de Juliana Fátima Ludwig
Soja em Guaraciana (SC). Envio de Juliana Fátima Ludwig

Soja em Guaraciana (SC). Envio de Juliana Fátima Ludwig
Soja em Guaraciana (SC). Envio de Juliana Fátima Ludwig

Soja em Guaraciana (SC). Envio de Juliana Fátima Ludwig
Soja em Guaraciana (SC). Envio de Juliana Fátima Ludwig

Envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolas ou use a hashtag #imagensdodia

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário