SIF tira competitividade de agroindústria avícola

Publicado em 05/12/2013 14:52 376 exibições

As agroindústrias avícolas têm perdido competitividade, em virtude dos custos de manutenção do Serviço de Inspeção Federal (SIF) nas plantas frigoríficas. A avaliação é do presidente executivo da União Brasileira de Avicultura (Ubabef), Francisco Turra, que discutiu o assunto ontem (4/12), com o ministro da Agricultura, Antônio Andrade, em Brasília (DF).

Conforme Turra, as empresas são obrigadas a manter todos os funcionários que servem os fiscais federais agropecuários que atuam em cada uma das plantas brasileiras. Ele informou em comunicado que são cerca de 9 mil funcionários a serviço do governo, mas que são pagos pelas agroindústrias, gerando um custo anual acima de R$ 200 milhões. "São custos que influenciam negativamente o desempenho do nosso setor", ressaltou.

O presidente da Ubabef também deverá dividir com Andrade a preocupação com a retenção de recursos direcionados à defesa agropecuária. A medida tem reduzido não apenas o número de fiscais dedicados à avicultura, como também o deslocamento e a estadia destes profissionais no acompanhamento de missões internacionais que visitam o Brasil para habilitação de plantas.

Leia a matéria na íntegra no site Canal do Produtor

Tags:
Fonte:
Canal do Produtor

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário