Suíno Vivo: GO e PR também apresentam alta nesta semana

Publicado em 10/07/2014 13:03 e atualizado em 11/07/2014 13:58 296 exibições

Nesta quinta-feira (10), mais algumas das principais praças apresentaram alta para os preços suíno vivo. Goiás teve uma alta de R$0,20/kg, de R$3,70/kg para R$3,90/kg. O Paraná subiu de R$3,34/kg para R$3,41/kg, estimulando também maiores preços em regiões individuais do estado como Irati (R$3,50/kg) e Pato Branco (R$3,25/kg). Na segunda, altas já haviam sido registradas em São Paulo e Rio Grande do Sul.

A demanda pela carne suína segue aquecida em decorrência do inverno e também da afluência de turistas no país para a Copa do Mundo, que não geram necessariamente um aumento na demanda, mas trazem um volume extra para ela. Além disso, o cenário de exportações para a carne suína é bastante positivo.

No mercado de suíno vivo, a oferta que vinha ajustada à demanda nos últimos meses, na análise do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Esalq/USP (Cepea) ficou relativamente menor diante do acréscimo da demanda por parte da indústria nas últimas semanas, elevando os preços pedidos pelos produtores. Em Minas Gerais, o Indicador do Suíno Vivo CEPEA/ESALQ teve alta de 4,6%, com o quilo do animal passado a ser negociado na média de R$ 3,64 nessa quinta-feira. Em São Paulo, a alta foi de 3,7% no período, para R$ 3,68/kg.

Além disso, os insumos também apresentam preços mais confortáveis para o produtor. No Rio Grande do Sul, a Pesquisa Semanal da Cotação do Suíno, milho e farelo de soja, realizada nesta segunda-feira (7), indica uma queda nos insumos para o estado, o que ajudou a apoiar a alta. O valor da saca de 60 quilos do milho ficou em R$ 25,10 (anterior R$ 25,37) e o farelo de soja ficou em R$ 1.061,25 para pagamento à vista (anterior R$ 1.088,75) e em R$ 1.067,50 com 30 dias de prazo (anterior R$ 1.100,00).

Confira as cotações do suíno vivo nas principais praças:

(Cotações via Suinocultura Industrial)

Tags:
Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário