Frango Vivo: Julho foi um mês positivo para a remuneração dos produtores

Publicado em 04/08/2014 15:06 e atualizado em 06/08/2014 13:20 293 exibições

Durante o mês de julho, os produtores de frango vivo das principais praças do país se encontraram em uma situação ainda mais confortável do que em junho, uma vez que os preços subiram e se manteram estáveis ao final do mês.

Em análise realizada pelo Notícias Agrícolas, foi constatado que a praça de São Paulo encerrou o mês com uma variação positiva de 2,27% no preço (R$2,25/kg). Houve também variação positiva no Sul Catarinense, de 2,17% (R$1,88/kg), em Umuarama (PR), de 2,27% (R$2,25/kg) e Jacarezinho (PR), de 4,65% (R$2,25/kg).

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Esalq/USP (Cepea), até a terceira semana de julho, a média diária de carne de frango in natura exportada foi de 14,3 mil toneladas, 2,1% maior que a de junho e 5,6% superior à de jul/13 – dados Secex. No segmento de produção animal, predomina a baixa oferta de frango vivo em todas as regiões pesquisadas, o que contribui para alavancar os preços da carne em algumas localidades e limitar as quedas noutras.

Em julho, os produtores de frango brasileiro também encontraram um bom momento para as rações. O Cepea apontou que os preços do milho no mercado doméstico seguiam em queda, influenciados por perspectivas de boa oferta e de grande excedente interno, segundo pesquisadores do Cepea. A alta produtividade nas lavouras já colhidas pode fazer com que novas estimativas sejam reajustadas positivamente.

Confira a variação de preços durante o mês:

Tags:
Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário